Busca por Bitcoin na Argentina rompe máxima histórica

País com maior nível de buscas nos dias atuais sobre a moeda digital vive período de instabilidade no câmbio.

Siga no
Bitcoin na Bandeira da Argentina
Bitcoin na Bandeira da Argentina

O mercado de criptomoedas ainda aguarda ansioso pela nova onda de interesse do varejo pelo Bitcoin. Na Argentina, a busca por Bitcoin rompeu a máxima histórica nos últimos dias, mostrando que o movimento já começou em alguns países.

O principal buscador da internet hoje é o Google, de acordo com o StatCounter. Dessa forma, mais de 90% das pesquisas feitas pela internet usam o Google.

O buscador deixa seus usuários acompanharem o que é tendência nas pesquisas há alguns anos. Para isso, foi criada a ferramenta Google Trends, que permite acompanhar em vários períodos de tempo o interesse por determinados assuntos.

Nos últimos cinco anos, por exemplo, o Bitcoin atingiu o ápice de pesquisas em 2017. Na época, o número de pessoas que buscavam a moeda digital no Google fez com que o Bitcoin atingisse o maior nível do Trends, que é 100.

Interesse por Bitcoin no mundo hoje
Interesse por Bitcoin no mundo hoje – Google Trends

Após 2017, esse movimento nunca mais foi repetido no mundo, até agora.

Buscas por Bitcoin na Argentina rompem topo histórico de 2017

A Argentina é um dos principais países a aderir ao Bitcoin, principalmente ao atravessar graves movimentos de inflação. A população tem perdido poder de comprar com a moeda local, ano após ano.

O refúgio então tem sido as criptomoedas que, além disso, passam a ser aceitas como pagamento em comércios. Desse modo, a população mostra muito interesse na tecnologia das criptomoedas naquele país, refletindo em pesquisas pela internet.

De acordo com dados do Google Trends, o nível de pesquisa por Bitcoin na Argentina é de 100. Ou seja, o maior valor possível para pesquisas no Google foi atingido no país sul-americano, pela primeira vez em sua história.

Vale o destaque que, em 2017, a Argentina viu o interesse máximo em Bitcoin pelo Google atingir apenas 60. Na última semana de 2020 e primeira de 2021, tudo mudou, e Bitcoin virou assunto do momento.

Interesse por Bitcoin na Argentina
Interesse por Bitcoin na Argentina – Google Trends

Entre os termos mais pesquisados estão “preço do Bitcoin hoje”, “Ethereum”, “preço do Bitcoin em peso argentino”, entre outros. Isso pode mostrar até que há um interesse da população em comprar o ativo no país. Outros sites que entraram nas principais pesquisas foram a “Binance” e “CoinMarketCap”.

E no Brasil, como anda o interesse por Bitcoin no maior país da América Latina?

No Brasil as buscas por Bitcoin também aumentaram nos últimos dias. O final de 2020, inclusive, foi o período de maior busca por Bitcoin no país, em meio a recente alta da moeda no mercado.

No entanto, o Bitcoin ainda não conseguiu superar as principais marcas históricas neste sentido. Em 2017, por exemplo, o Brasil foi um dos países onde o nível de pesquisa atingiu o valor máximo no Google Trends.

Depois disso, em 2019, o índice do Google aponta que o Bitcoin novamente foi muito procurado, na última semana de junho daquele ano. Na ocasião, o Google Trends marcou que o nível de buscas por Bitcoin alcançou o valor de 64.

Em 2020, entretanto, mesmo com a nova alta da moeda, o valor alcançado foi de apenas 46. Ou seja, no Brasil, o nível de procura por Bitcoin ainda nem superou 2019, sendo menos da metade de 2017.

Interesse por Bitcoin no Brasil
Interesse por Bitcoin no Brasil – Google Trends

A realidade no Brasil ainda é parecida com a dos Estados Unidos, que também segue com o topo histórico em 2017. Desse modo, a Argentina mostra uma quebra de paradigma, com muita busca por Bitcoin sendo feita pela sua população.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Hashdex e XP Seguros lançam previdência internacional em criptomoedas

A Hashdex, empresa gestora de moedas digitais no Brasil, com a XP Seguros, braço de investimentos da XP Inc., lançam nesta terça-feira (22) uma...
Celular com Dogecoin e Computador também atualização

Atualização da Dogecoin é acompanhada de perto por Elon Musk

O bilionário Elon Musk está acompanhando uma atualização da Dogecoin que será testada na próxima quarta-feira (23). Para o CEO da Tesla, a nova...
GPUs. Imagem: ShutterStock

Após China banir mineração de criptomoedas, placas de vídeo começam baratear

A batalha das autoridades chinesas contra os mineradores de criptomoedas levou não apenas a queda nos preços dos ativos digitais, mas também a uma...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias