AKoin: Cantor Akon e criptomoedas no Senegal

Siga no
Cantor Akon e criptomoedas no Senegal
Cantor Akon e criptomoedas no Senegal

A seleção foi eliminada da Copa do Mundo 2018, mas vê o Cantor Akon e criptomoedas no Senegal buscando melhorar a vida da população, e o futuro do país de seus ascendentes.

Já falamos aqui dos criptoestados e como estamos vivenciando a nova criptoeconomia, com emponderamento da população sobre próprias finanças e muitas ideias novas de mundo surgindo.

Junto com tudo isso o cantor Akon está investindo suas criptomoedas no continente Africano, em específico no país Senegal.

O cantor é nascido no Estados Unidos, porém em sua descendência possui uma parte senegalesa.

O local que será construída a cidade futurista foi cedida pelo presidente do Senegal, e contará com cerca de 8 km² de terra.

Para as transações do cotidiano será utilizada a “AKoin”, a criptomoeda lançada pelo cantor em alusão ao seu nome.

A AKoin não é uma realidade distante, já há um site oficial sobre a mesma para que as pessoas conheçam mais sobre o projeto.

No site há a informação de que o ICO do projeto será em breve, o que demonstra que será arrecadado fundos para esse projeto, que ainda não possui muitos detalhes técnicos de seu funcionamento.

O Akon ainda acredita que o potencial da Blockchain pode ajudar a população africana a ser menos dependente de seus governos, e assim ter melhor qualidade de vida.

Além desse projeto o cantor já é envolvido em levar a energia elétrica a vários locais na África, sendo o projeto da criptocidade a mais nova ambição do cantor que atualmente é mais conhecido pelo perfil empreendedor.

Outras curiosidades sobre o tema

Em um relatório de Outubro de 2017, o Brasil é o 4º país com maior acesso a internet no mundo, e a Nigéria está bem posicionada no ranking também, o melhor da África de acordo com este relatório.

Entretanto, de forma geral a conectividade no continente africano têm aumentado com o passar dos anos.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_n%C3%BAmero_de_usu%C3%A1rios_de_Internet

De acordo com uma lista de 2012, o Senegal possui apenas 19% de sua população com conexão à internet, estimada em 2016 com aproximadamente 15 milhões de habitantes.

Em alguns documentários já realizados que mostram a realidade do Bitcoin em países africanos, como Quênia e Uganda, não é novidade que o continente africano já tenha despertado para o potencial das criptomoedas.

O Akon não é o primeiro rapper norte americano a demonstrar interesse pelas criptomoedas, uma vez que há rumores que o 50 Cent já confessou ter recebido um cachê de um show com Bitcoin anos atrás, e que teria milhões de dólares atualmente.

Com essa novidade do Akon com a sua AKoin sendo lançada, provavelmente muitas pessoas irão ver o mercado das criptomoedas e entender o potencial que o mesmo possui de mudar vidas para melhor.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Coinbase faz homenagem a Satoshi Nakamoto em dia de listagem na NASDAQ

Pela primeira vez na história uma corretora de criptomoedas foi listada em uma bolsa de valores, marcando uma nova possibilidade para investimentos nos ativos...
Imagem: Adobe Stock

Receita Federal da Espanha notifica 15 mil investidores de criptomoedas

A Receita Federal da Espanha continua a sua missão de monitorar investidores de criptomoedas que podem não estar declarando transações e ganhos com os...

“Bitcoin criou riqueza para pessoas que não faziam parte do sistema”, diz estrategista da...

O Bitcoin é uma moeda que foi capaz de mudar muitas coisas nos últimos 10 anos, até mesmo fazendo com que Bancos Centrais e...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias