Carnaval: criptomoedas serão aceitas em camarote e destaque de samba-enredo

No carnaval do Rio de Janeiro, criptomoedas se tornam destaque de samba-enredo e poderão ser usadas em camarote do sambódromo.

Siga no
(Foto: Pixabay)

Esqueça as rainhas de bateria, as fantasias descoladas, ou os hits do momento. Há poucos dias do começo de uma das festas mais populares do mundo, o carnaval, quem está dando o que falar são as criptomoedas.

Na Marquês de Sapucaí, a BestKoin será a moeda oficial do camarote Incentivo Brasil, e o seu uso ocorrerá através de cartões pré-pagos da bandeira Mastercard.

Idealizada pelos portugueses Pedro Ribeiro e Pedro Ferreira, a criptomoeda tem seu foco no setor do turismo, além de carregar a bandeira de se fortalecer como uma moeda de troca e não apenas para fins especulativos, como explica Ribeiro à Anba:

“Outras criptomoedas têm 80% de especulação e 20% de efetividade, e queremos o oposto. Nosso grande foco passa pela utilização como meio de pagamento real e efetivo”.

Lançada no segundo semestre de 2018 e sediada em Dubai, a BestKoin será pioneira como método de pagamento digital em camarote na Sapucaí.

“O carnaval carioca tem tudo a ver com a BestKoin. Ficamos muito satisfeitos com a parceria, principalmente pelo fato de sermos a primeira criptomoeda com foco no turismo”, revelou Ribeiro em conversa com o portal Eu, Rio!, acrescentando que este é “o lugar certo, na hora certa”.

Destaque em samba-enredo

A parceria entre o camarote e a BestKoin valerá pelos próximos dois anos e surge em um momento em que as criptomoedas e a tecnologia blockchain ganham cada vez mais espaço nos noticiários e na vida cotidiana das pessoas.

Então nada mais natural que, ao homenagear a trajetória do dinheiro, com o tema “Me dá um dinheiro aí”, a agremiação Imperatriz Leopoldinense destaque o papel do bitcoin na história.

Fantasia de bitcoin

Durante 1h e 15 minutos, a escola de samba se propõem a discutir a relação do ser humano com o dinheiro, abordando lendas e começando sua viagem no tempo no Reino da Lidia (atual Turquia), lugar onde as primeiras moedas foram cunhadas.

Com direito a fantasia de bitcoin — apesar de não remeter ao imaginário que temos da moeda — a última ala será dedicada aos sistemas digitais e como eles impactarão o futuro do dinheiro.

A escola de samba, integrante do grupo principal do carnaval carioca, pretende tratar o tema de forma bem-humorada, mas sem deixar de levantar algumas reflexões, presente, inclusive, na frase de descrição da fantasia de bitcoin:

“Vamos entender que dinheiro é apenas uma ideia? O que a moeda virtual fará com nossa sociedade de consumo? Ela será capaz de transformar nossa relação e conceitos de valor?”, questiona a agremiação. “O futuro nos dirá…”, conclui.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Camila Marinho
Camila Marinho é jornalista, com passagem por jornais impressos e outros portais com foco em criptomoedas. Acredita que a tecnologia blockchain é como o fogo dado por Prometeu à humanidade. Cresceu sob o sol da Bahia e hoje vive no frenesi do centro de São Paulo.
Bitcoin Crash. Imagem: ShutterStock

Crash do Bitcoin? Entenda os fundamentos

Ciclo de alta, euforia, todo mundo falando do Bitcoin, pessoas se alavancando demais, achando que preço nunca iria parar de subir. Logo vem as...
Queda massiva e brutal do Bitcoin

Bitcoin cai abaixo de US$ 30 mil e vira trends topics do Twitter, veja...

O preço do Bitcoin caiu nesta terça-feira (22) para níveis preocupantes no mercado, chegando até a virar destaque nos trends do Twitter Brasil. Ao...
Corinthians Token para Torcedores

Criptomoeda do Corinthians chegará em breve após parceria com Chiliz

O Corinthians, em parceria com a Chiliz e Socio.com, lançará uma criptomoeda para torcedores e cerca de 35 milhões de fãs poderão ajudar o...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias