‘Carro Bitcoin’ chega liderar 500 Milhas de Indianápolis

Piloto de apenas 20 anos participou de sua segunda corrida. Brasileiro venceu e bateu recorde na pista.

Siga no
Carro Bitcoin liderando corrida
Carro Bitcoin liderando corrida/Reprodução

A comunidade Bitcoin acompanhou atenta ao torneio automobilístico 500 milhas de Indianápolis, que teve um carro disputando com o símbolo da criptomoeda. O piloto holandês Rinus VeeKay, de apenas 20 anos, largou na terceira posição.

A corrida é conhecida como uma das maiores entre torneios automobilísticos, com a participação de 33 pilotos. Rinus participou apenas pela segunda vez do campeonato, mas sai com a cabeça erguida.

Isso porque, apesar de chegar na oitava posição, ele representou o Bitcoin nas pistas pela primeira vez. Além disso, o chefe da equipe agradeceu ao apoio recebido pela comunidade, indicando que este foi o primeiro carro da história da competição a disputar sem o financiamento de empresas formais.

Carro Bitcoin participa das 500 Milhas de Indianápolis e vai bem

O carro Bitcoin enfim disputou sua primeira corrida no último domingo, fazendo bonito nas pistas das 500 milhas de Indianápolis. Ao largar na terceira posição, o carro começou na linha de frente de um dos torneios mais importantes do mundo.

Em algumas voltas, o carro chegou a liderar a corrida, que no Brasil foi transmitida pela Tv Cultura.

Carro Bitcoin lidera corrida em alguns momentos
Carro Bitcoin lidera corrida em alguns momentos/Reprodução

Exibindo a marca do Bitcoin, o carro pilotado por Rinus terminou o torneio na oitava posição. O piloto agradeceu ao apoio recebido e disse que o veículo estava realmente rápido nas pistas.

“8.º no meu segundo #Indy500. Liderei 32 voltas e estava certo na disputa para vencer a corrida. Alguns momentos infelizes no último ciclo de pit nos mandaram de volta ao campo. Afinal, mês de maio incrível e muito orgulhoso de todos @ecrindy, o #Bitcoin carro estava incrivelmente rápido!”, disse Rinus.

O líder da equipe Ed Carpenter, que chegou em 5.º lugar, agradeceu a comunidade antes da corrida. Ele voltou a homenagear o Bitcoin, dizendo correr pela liberdade humana e inclusão financeira.

“Querido #Bitcoin, Hoje, fazemos história. Hoje, @ECRIndy tem orgulho de competir pela liberdade humana, inclusão financeira, tecnologia de economia e desenvolvimento de código-fonte aberto Bitcoin. #Bitcoin é o dinheiro mais difícil que a humanidade já concebeu. Não há mais nada que eu prefira vestir.”, disse Ed.

A corrida acabou sendo vencida, pela quarta vez, pelo brasileiro Hélio Castro Neves, que se tornou um dos maiores vencedores do torneio.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin

Imersão Master in Bitcoin propõe preparar os melhores profissionais para o mercado de criptoativos

O mundo finalmente está descobrindo o que os entusiastas e investidores do mercado de criptoativos alertavam há alguns anos: a revolução blockchain é imparável...
Café com Bitcoin

Já é possível pagar pelo cafezinho com Bitcoin em El Salvador

Pagar pelo café com o uso de Bitcoin é um sonho que começa a se tornar realidade em El Salvador, de acordo com o...
G7. Imagem: ShutterStock

G7 pressiona Rússia por causa de ransomwares e lavagem de dinheiro com criptomoedas

O G7 se reuniu no último final de semana e pressionou a Rússia por causa dos ransomwares que estão sendo criados por criminoso do...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias