CEO da CME, maior bolsa de derivativos do mundo, comenta sobre relação de Bitcoin e Ouro

Super empresa já possui produtos ligados ao Bitcoin!

-

Siga no
Mão cheia de Bitcoin e Ouro
Mão cheia de Ouro e Bitcoin
Anúncio

Novamente o Bitcoin teve sua tecnologia associada ao ouro, desta vez pelo CEO da CME. A Bolsa de Chicago é considerada por vários analistas do mercado financeiro uma das maiores bolsas de derivativos do mundo.

Ao citar a tecnologia do Bitcoin, o CEO Terrence A. Duffy, afirmou que as pessoas compram o ativo digital para reservas de valor. Cabe o destaque que a CME foi uma das primeiras bolsas tradicionais a listar futuros de Bitcoin.

De fato, a associação do BTC com ouro é interessante uma vez que os ativos não possuem semelhanças físicas. O ouro, por exemplo, é um mineral tangível que pode ser utilizado para diversos fins além do monetário. Já o Bitcoin é uma moeda virtual criada com o propósito de ser um meio de pagamento.

CEO da CME aponta que investidores compram Bitcoin e ouro por razões semelhantes

Anúncio

O Bitcoin certamente foi um dos melhores investimentos dos últimos 10 anos. A moeda virtual valorizou mais que 9.000% no período, sendo destaque no setor de investimentos.

Ainda assim é tratada com ceticismo por vários analistas que não creem que a moeda possui valor agregado. Warren Buffett, por exemplo, já falou que o Bitcoin não passaria de uma ilusão.

Mesmo assim, grandes personagens do mercado tradicional já enxergam na criptomoeda uma utilidade real. Isso porque, de acordo com Terrence Duffy, CEO da Bolsa de Chicago (CME), o Bitcoin é uma ótima reserva de valor.

É tão boa que pode ser comparado com ouro, um ativo milenar no quesito reserva de valor. O Bitcoin deixa para trás qualquer aumento do preço do dólar, e do real, sendo um ativo com alto potencial de valorização.

Bitcoin é um porto seguro para investidores

Em entrevista à CNBC, Terrence estava comentando sobre o mercado financeiro, que passa por momentos de extrema volatilidade. Um dos principais problemas poderia ser o coronavírus, sendo outro motivo as eleições para presidente nos EUA.

Em certo momento, a jornalista citou a valorização do Bitcoin em janeiro de 2020, com 30% de ganhos no preço da moeda virtual. Um dos questionamentos foi sobre o Bitcoin ser um porto seguro, sendo uma segunda questão sobre os futuros de BTC.

Terrence concordou que o Bitcoin é uma ótima reserva de valor, afirmando que é similar ao ouro. O movimento de alta tem sido interessante, afirmou o CEO, principalmente ao alcançar patamares de U$ 9 mil por Bitcoin.

Para o CEO da CME, ver o preço do Bitcoin girar em torno de U$ 7 mil por unidade não é algi justo, logo a recuperação é importante. Confira a entrevista de Terrence para a CNBC na íntegra abaixo (apenas em inglês):

Apesar do entusiasmo com a ideia do Bitcoin ser um porto seguro, criticos ainda não concordam com a narrativa. Peter Schiff, por exemplo, afirmou recentemente que o “Bitcoin ser um porto seguro é uma falsa narrativa“.

Peter é um famoso defensor do ouro e conhecido por ser crítico da tecnologia do Bitcoin. Por fim, apesar da polêmica em torno deste tema, o Bitcoin tem mostrado reações frente a indecisões geopolíticas. O maior exemplo de 2020 é o impasse entre os EUA e o Irã, que gerou uma alta nos preços do Bitcoin.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
FinCEN Files

Documentos vazados revelam que bancos lavaram R$ 10 trilhões em dinheiro ligado a crimes

Mais de 2.100 documentos secretos da FinCEN, Rede de Combate a Crimes Financeiros dos EUA, foram vazados e os detalhes desses arquivos trazem informações...
Europa (União Europeia e Bitcoin)

Europa vai regulamentar Bitcoin até 2024, apontam documentos

Segundo documentos vazados para a imprensa, a Europa vai regulamentar o Bitcoin até 2024 em todos os países membros do bloco. O tema ganhou...
Cristo Redentor, símbolo no Brasil (Rio de Janeiro), e Bitcoin (BTC Blockchain)

Brasil desenvolve com blockchain uma identidade descentralizada

O Brasil caminha rumo às novas tecnologias e já desenvolve com uso da blockchain um novo projeto. Chamada de identidade descentralizada, a solução promete...

Últimas notícias

Europa vai regulamentar Bitcoin até 2024, apontam documentos

Segundo documentos vazados para a imprensa, a Europa vai regulamentar o Bitcoin até 2024 em todos os países membros do bloco. O tema ganhou...

Brasil desenvolve com blockchain uma identidade descentralizada

O Brasil caminha rumo às novas tecnologias e já desenvolve com uso da blockchain um novo projeto. Chamada de identidade descentralizada, a solução promete...

Polícia desarticula sequestro que pedia Bitcoin pelo resgate de mulher

Um sequestro de uma mulher no Ceará, que pedia R$ 1 milhão em Bitcoin como resgate, foi desarticulado pela polícia civil em 12 horas....