China cria computador quântico 100 trilhões de vezes mais potente que o atual, ameaça ao bitcoin?

A China assumiu a posição de "liderança na computação quântica", mas o bitcoin continua seguro.

Siga no
Computador Quântico da China, Jiuzhang. Foto: Universidade de Ciência e Tecnologia da China
Computador Quântico da China, Jiuzhang. Foto: Universidade de Ciência e Tecnologia da China

Cientistas chineses anunciaram na última sexta-feira (4) um protótipo de um computador quântico de 76 fótons (qubits). O novo computador leva apenas 3 minutos para resolver o algoritmo matemático de amostragem gaussiana de bósons (GBS), enquanto o mais potente supercomputador atual leva 600 milhões de anos.

Com o anuncio de um novo computador quântico, uma duvida antiga volta aos holofotes, será que a criptografia do bitcoin pode ser quebrada com o novo super computador?

A amostragem de bóson é um meio de calcular a saída de um circuito óptico em linha reta que possui múltiplas entradas e saídas. Isso é realizado pela construção de uma máquina na qual os fótons são enviados em um circuito em paralelo e, uma vez dentro, são divididos por divisores de feixe.

Os computadores quânticos dependem de alguma física contra intuitiva do mundo subatômico e são extremamente frágeis e difíceis de manter.

Os computadores convencionais lutam para lidar com problemas que envolvem incerteza, como previsão de tempo, calcular  alta e queda de ações, simular terremotos, rastrear informações ou adivinhar uma senha.

O computador quântico foi construído para encontrar pistas neste tipo de caos. Por exemplo, um banco de dados pode conter muitos conjuntos de dados menores, alguns dos quais podem ter uma relação desconhecida com os outros. O processador poderia descobrir rapidamente quais conjuntos de dados estão relacionados, uma tarefa difícil para os computadores tradicionais.

Computador da China mais potente que o do Google

No ano passado, o computador quântico do Google se tornou o primeiro a alcançar a supremacia quântica, realizando cálculos em questão de minutos que os cientistas estimaram que um supercomputador atual levaria 10 mil anos para completar.

Ao contrário do computador do Google, que usava materiais supercondutores para gerenciar qubits – bits de informação quântica – o novo computador chinês, chamado Jiuzhang, é baseado em fótons, usando luz para mover e armazenar bits quânticos.

Esta capacidade de cálculo única tem uma ampla gama de aplicações potenciais, como mineração de dados, bioinformática, finanças, e claro, resolver problemas matemáticos, como a criptografia.

No teste relatado pelos cientistas na sexta-feira, o Jiuzhang usou partículas de luz (fótons) para realizar cálculos. Os fótons devem ser gerados em sua forma mais pura possível, porque mesmo uma pequena discrepância física pode levar a erros. E devem ser produzidos um após o outro, um desafio técnico que leva a precisão ótica ao limite.

Bitcoin ameaçado?

O desenvolvimento de computadores quânticos pode representar riscos significativos para os métodos de criptografia atuais que são usados ​​para proteger muitas das informações armazenadas na Internet, incluindo algoritmos criptográficos que atualmente mantêm o bitcoin seguro.

Esse perigo alimentou uma corrida para proteger o Bitcoin e outros dados protegidos por algoritmos na Internet.

Apesar dos desenvolvimentos alcançados pela China e pelo Google, este cenário de apocalipse ainda está distante, já que o código do bitcoin pode ser atualizado para uma criptografia chamada ‘criptografia pós-quântica’, que é considerada resistente a ataques quânticos.”

“Você pode ser capaz de construir um computador quântico que pode quebrar uma criptografia, mas existem maneiras de contornar a ameaça que a computação quântica representa para o bitcoin e outras tecnologias baseadas em criptografia.”, disse o especialista em tecnologia George Gilder à Forbes.

A China assumiu a “posição de liderança na computação quântica”, mas o bitcoin continua seguro.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Bitcoin Itau

Agora é possível investir em Bitcoin através do banco Itaú

Agora é possível investir em criptomoedas através do Itaú Personnalité, a novidade foi divulgada no Instagram do banco, e em um episódio de podcast...

“Bitcoin é uma grande bolha”, diz pesquisa do Bank of America

Apesar de muitos entusiastas de criptomoedas argumentarem que o Bitcoin já provou, além de qualquer dúvida razoável, que não é uma bolha, muitos gestores...

Binance anuncia listagem de ações da Coinbase

A Coinbase, a maior corretora de criptomoedas dos EUA, vai se tornar uma empresa de capital aberto nesta quarta-feira (14), sendo listada na Nasdaq,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias