Cliente processa Foxbit por ter caído em golpe de phishing

Empresa se defende e diz que culpa foi do cliente, que não ativou 2FA

Siga no

Um cliente da corretora de Bitcoin Foxbit está processando a empresa por ter caído em um golpe de Phishing (página falsa). Segundo autos do processo, o autor alega que R$ 25 mil foram roubados de sua conta.

Além de pedir devolução do valor roubado, o autor pede também R$ 10 mil por danos morais.

“O Autor alega que, em 17 de janeiro de 2018, foi surpreendido com aquisições e transferências em sua carteira de bitcoins, sem que houvesse anuído com as transações. Este pede, em exordial, a devolução dos valores perdidos com o furto digital (R$ 25.100,81), bem como uma reparação de danos morais (R$ 10.000,00).”

A Foxbit se defende dizendo que o cliente foi vítima de golpe de Phishing, as famosas páginas falsas que simulam uma plataforma legitima.

Segundo a empresa, o roubo das criptomeodas foi por culpa do próprio autor, “porque este caiu em golpe de phishing que consiste em fornecer seus dados a site falso, contrafeito para ser confundido com o verdadeiro endereço da ré, assim dando seus dados cadastrais a terceiros.”

A empresa diz também que a situação poderia ter sido evitada caso ele tivesse ativado opções de segurança, como a autenticação de dois fatores (2FA).

O autor rebate dizendo que na época a opção não existia.

Golpes de Publishing são comuns no mercado de criptomeodas e instituições bancárias, golpistas criam páginas idênticas as paginas de empresas e enviam link à possível vítima.

A vítima então, sem atenção, acaba fornecendo dados e senhas ao criminoso por trás da página, assim, o golpista utiliza a senha na página original para sacar fundos.

Entretanto, algumas empresas não oferecem opções de segurança para esse tipo de golpe. A justiça determinou que um perito de tecnologia descubra se houve falha por parte da FoxBit.

“Intime-se o perito para iniciar os trabalhos e entregar o laudo, em 60 dias, oportunidade em que informará o valor dos honorários definitivos, discriminando as horas efetivamente trabalhadas e o material gasto. No prazo de 15 (quinze) dias as partes poderão eventualmente arguir o impedimento ou a suspeição do perito, bem como indicar assistente técnico e apresentar quesitos.”

FoxBit tinha falha de 2FA

Conforme reportagem do Portal do Bitcoin em abril de 2018, a Foxbit tinha uma falha de segurança com a autenticação de dois fatores.

A falha, de acordo com o portal, permitia que um hacker conseguisse obter a chave de 2FA facilmente, apenas pedindo reabilitação sem confirmação.

O problema gerou enorme prejuízo para diversos clientes da corretora que foram no site Reclame Aqui expor a situação.

Alguns clientes que tiveram fundos roubados por causa da falha entraram em acordo com a empresa e receberam 50% do valor.

Em alguns casos clientes chegaram a perder mais de 30 mil reais.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Cardano. Imagem: Abode Stock

Cardano dispara e bate recorde de preço enquanto Bitcoin cai

A criptomoeda Cardano (ADA) disparou neste sábado e bateu um novo recorde de preço, enquanto isso, o Bitcoin e a maioria das principais criptomoedas...
Elon Musk interpretando Wario. Imagem: Divulgação SNL.

Cocriador da Dogecoin chama Elon Musk de “vigarista egoísta”

Pouco tempo depois de Elon Musk afirmar que estava trabalhando com desenvolvedores da Dogecoin, o cocriador da criptomoeda meme, Jackson Palmer, apareceu no Twitter...
Criptomoeda Ethereum em destaque com outras criptomoedas ao seu redor rivais

Elon Musk vai comprar Ethereum?

“Eu acredito fortemente nas criptomoedas, mas elas não podem levar a um aumento massivo no uso de combustível fóssil, especialmente carvão”, disse Elon Musk,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias