Clientes não conseguem sacar criptomoedas de corretora da Binance

Divisão da Binance na Índia estaria com problemas em saques segundo usuários, mas corretora nega problemas.

Homem surpreso em computador
Homem surpreso em computador

Os clientes da maior corretora de criptomoedas da Índia, que pertence a Binance, não conseguem sacar suas criptomoedas. A informação circula em denúncias de usuários pelas redes sociais, embora a plataforma negue ter qualquer problema em seus saques.

A última polêmica envolvendo a Binance pelo mundo ocorreu na Índia, quando na última sexta-feira (5) veio a público uma operação que congelou contas bancárias de uma empresa ligada a corretora no país.

Autoridades indianas indicaram que a corretora WazirX, cuja dona é a Binance, estaria lavando dinheiro para fintechs e não ajudando nas investigações. Em uma nota pública, a agência do governo indiano denunciou o caso e justificou a operação feita na última quarta-feira (3).

Clientes não conseguem sacar de corretora cuja Binance é dona

Mais um cliente da WazirX, divisão da Binance na Índia, publicou que não consegue sacar suas criptomoedas da plataforma, após vir a tona uma operação contra líderes da corretora.

Em abril de 2021, CZ, CEO da Binance, confessou publicamente por meio de seu Twitter que a WazirX é uma operação de propriedade da Binance.

“A exchange indiana de criptomoedas de propriedade da Binance, WazirX, ultrapassa US$ 200 milhões em volume diário de negociação; mira US$ 1 bilhão em 2021 – The Financial Express.”

CEO da Binance disse em abril de 2021 que WazirX pertencia a sua empresa
CEO da Binance disse em abril de 2021 que WazirX pertencia a sua empresa. Foto: Twitter

Essa é de fato a maior operação do país asiático, território este que tem a segunda maior população, atrás apenas da China neste quesito.

No entanto, após a operação contra a corretora que pertence a Binance, clientes alegam que não conseguem sacar suas criptomoedas, com erros na plataforma web e até mesmo no aplicativo. Um dos afetados informou que ao tentar acessar o app da WazirX, foi informado que a exchange não funciona mais.

“Por que não consigo transferir meus tokens? Por que eles estão falhando? Plz deixe-nos saber a verdade são nossos fundos seguros.”

” Seu aplicativo não está abrindo a partir de hoje de manhã. Diz que ‘WazirX infelizmente parou de funcionar’. Faça alguma coisa.”

Corretora nega problemas em saques e se diz perseguida por agência indiana

Em nota oficial sobre os problemas, a corretora que pertence a Binance declarou publicamente, neste sábado (6), que seus saques e depósitos estão funcionamento normalmente, mesmo após a operação contra o negócio.

“Não obstante as medidas tomadas pela Enforcement Directorate (ED), gostaríamos de informar que atualmente os depósitos e levantamentos funcionam normalmente. Estamos avaliando nosso plano de ação adicional e sempre agiremos no melhor interesse dos usuários.”

Em outra nota, a empresa se diz injustiçada pela ED e afirmou que irá explicar toda a situação em breve para seus clientes.

Corretora é ou não da Binance?

O que está chamando atenção para essa confusão na Índia é que o CEO da Binance, CZ, nega que a plataforma WazirX seja parte de sua empresa, indicando que eles eram simples parceiros, contrariando sua própria versão que vinha sendo declarada publicamente nos últimos anos.

Já o fundador da WazirX, Nischal Shetty, lembrou que essa é uma empresa que é da Binance.

Contudo, a agência indiana fez uma operação contra outra plataforma em que ele é dono, a Zanmai, essa última que era apenas uma parceira que operava na WazirX e ele pediu que as pessoas não confundam as duas empresas. Ou seja, a operação não foi diretamente contra a corretora da Binance, mas contra uma plataforma parceira, embora seja o mesmo fundador de ambas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias