Coinext

Coinext: exchange traz avanços em segurança e ferramentas de negociação como stop-loss, trailing stop e fill or kill para facilitar a vida de investidores de Bitcoin, Ethereum e Litecoin

Apostar em Bitcoins tem trazido bons resultados, mas pode cansar bastante: aberto 24 horas por dia, o mercado exige noites insones daqueles que precisam acompanhar variações de câmbio ditadas por humores que seguem o fuso de outros continentes. Para dar mais tranquilidade aos investidores, a Coinext (www.coinext.com.br), exchange de criptomoedas lançada em abril, oferece ordens de compra e venda mais sofisticadas, que permitem pregar os olhos sem o medo de perder dinheiro.

coinext demo
Coinext oferece ordens de serviço mais sofisticadas para o mercado de criptomoedas / Crédito: divulgação Coinext

A ideia é mimetizar opções disponíveis no mercado financeiro tradicional, assim como oferecer uma plataforma de operação mais robusta e segura. Ao todo, são nove os tipos de ordens de compra e venda para negociar os criptoativos. O stop-loss, por exemplo, executa uma ordem de venda automaticamente quando o preço da moeda chega a um determinado limite de baixa; já com o trailing stop, é possível programar a venda automática das moedas depois que baixem determinado percentual após atingir um pico de alta. O fill or kill, por sua vez, é utilizado quando o investidor deseja comprar ou vender um volume grande de moedas sem que ter que pagar acima ou abaixo de um preço pré-estabelecido.

“O mercado de criptomoedas é muito diferente da Bovespa, por exemplo, que fecha. Então ou o investidor está disposto a passar noites em claro ou ele precisa de ferramentas que permitam um bom sono sabendo que os ativos estão protegidos.” José Artur Ribeiro, CEO da Coinext, que ressalta a existência de  APIs que permitem programar ordens de negociação de forma automatizada.

Roberto Oliveira (esquerda), José Artur Ribeiro e Ezequiel de Melo Campos Netto, sócios da Coinext / Crédito: divulgação Coinext
Roberto Oliveira (esquerda), José Artur Ribeiro e Ezequiel de Melo Campos Netto, sócios da Coinext / Crédito: divulgação Coinext

Ex-CFO da Vodafone Brasil, Ribeiro deixou a carreira executiva para criar a exchange junto a outros dois sócios, o advogado Ezequiel de Melo Campos Netto e o economista Roberto Oliveira. Ele conta que a ideia surgiu de uma demanda do próprio grupo. Acostumados a atuar em operações financeiras tradicionais, sentiam falta de opções robustas na hora de investir em Bitcoins. Para viabilizar o projeto, a Coinext adquiriu uma plataforma desenvolvida nos Estados Unidos e utilizada por grandes players internacionais, como a Bitstamp.

Para garantir a segurança dos investidores, a carteira de moedas custodiada pela Coinext é assegurada contra ataques digitais.

“A maior parte das moedas fica em cold wallets, hospedada offline e protegida de ataques. Para o pequeno volume mantido online, em hot wallets, existe um seguro para garantir que os clientes não corram nenhum risco de perder seus ativos”, explica o CEO.

Hoje, a Coinext oferece operações em Bitcoin, Ethereum e Litecoin. Há um valor mínimo de depósito de R$ 150 e as taxas de negociação variam entre 0,25% e 0,5% por movimentação. Ao todo, o investimento na plataforma foi de R$ 6 milhões. A expectativa é ter 150 mil usuários e movimentar R$ 2 bilhões até o final de 2018.

Sobre a Coinext

Exchange de criptomoedas. Lançada em março de 2018, a Coinext traz a robustez de mercados financeiros tradicionais para as criptomoedas. A plataforma oferece ordens avançadas de negociação como stop-loss e possui seguro da carteira pela Philadelphia Insurance Corporation, para garantir que não haja prejuízo aos investidores caso os ativos digitais sejam alvo de ataques. www.coinext.com.br.