Concurso para professor de federal exige conhecimentos em criptomoedas

Mais um concurso público no Brasil que exige conhecimentos em criptomoedas.

Logotipo do Bitcoin e do Ethereum em um quadro-negro conhecimento em criptomoedas
Logotipo do Bitcoin e do Ethereum em um quadro-negro

Um concurso para professor de uma Universidade Federal no Brasil exige conhecimentos dos candidatos na área de criptomoedas e blockchain.

Nos últimos anos, o estado brasileiro tem mostrado interesse neste assunto, em diferentes esferas. Recentemente, um concurso para a Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil também tiveram questões relacionadas a essa tecnologia.

Antes desses pleitos, provas para diplomatas e até peritos criminais também exigiram dos candidatos conhecimentos no assunto, o que mostra uma área de conhecimento criada e que desperta o interesse em órgãos públicos.

Concurso para professor de universidade federal exige conhecimentos em criptomoedas e blockchain

Desde 2009, quando o Bitcoin foi criado, no dia 3 de janeiro daquele ano, o assunto já passou por várias instâncias pelo campo do conhecimento. Vale lembrar que essa é uma tecnologia moderna de dinheiro pela internet, que por ter um caráter descentralizado, é incensurável e incontrolável por governos.

De qualquer forma, esse será um tema de um concurso em aberto pelo Ministério da Educação no Brasil, em específico na Universidade Federal de Juiz de Fora, para trabalhar em regime de Trabalho com 40 horas semanais, em tempo integral e Dedicação
Exclusiva.

O profissional que pretende atuar como professor nessa faculdade, no Estado de Minas Gerais, deverá ter formação em Direito e Doutorado na área.

Com início no dia 26 de abril de 2022, os candidatos terão que realizar provas Escrita Dissertativa, Didática, de Memorial e Plano de Atuação Profissional, assim como a Avaliação de Títulos.

No conteúdo da prova dissertativa e didática, os candidatos deverão entender de uma área nova no mundo acadêmico, que são as criptomoedas, blockchain e contratos inteligentes, entendendo sobre a regulamentação deste setor.

“7) CONTRATOS INTELIGENTES, BLOCKCHAIN e CRIPTOMOEDAS. Aspectos técnicos e normativos. Regulação, aplicações e implicações jurídicas.”

O que mais os candidatos devem saber?

Além de conhecimentos em criptomoedas e blockchain, os candidatos que quiserem ser professor na Universidade Federal de Juiz de Fora deverão conhecer sobre Inteligência Artificial, Direito na Inovação e Tecnologia, Regulação da Internet, Proteção de dados e Segurança da Informação, Trabalho e novas Tecnologias, Direito e Empresas Digitais, Arquitetura e Neutralidade da Rede, entre outros assuntos mais.

O edital foi publicado no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (29) e pode ser melhor conhecido pelos interessados. A remuneração inicial para profissionais deste cargo será de R$ 9.616,18, com apenas uma vaga disponível.

Chama atenção que esse é mais um concurso público no Brasil que exige conhecimentos em criptomoedas de seus candidatos, situação que tem se tornado comum nos últimos anos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias