Inicio Altcoins Confira três criptomoedas que podem voltar a valer R$ 4 mil no...

Confira três criptomoedas que podem voltar a valer R$ 4 mil no mercado

Com a alta do bitcoin, outras criptomoedas são impulsionadas em uma onda de valorização que pode fazer os preços explodirem.

-

Compartilhe
Criptomoedas que vão crescer com o bitcoin

Três criptomoedas poderão voltar a valer cerca de R$ 4 mil no mercado. O aumento do preço do bitcoin faz com que outras criptomoedas tenham um aumento considerável no mesmo período. E levando em consideração o mercado em momentos anteriores, essas altcoins poderão facilmente chegar em cerca de R$ 4 mil, confira:

Ethereum (ETH)

Ethereum (ETH) é a segunda maior criptomoeda do mercado atualmente. Com um preço por volta de R$ 1.200,00, o preço da Ethereum (ETH) já chegou a valer muito mais que isso. Essa altcoin deverá ser uma das primeiras a chegar em US$ 1 mil, ou, cerca de R$ 4 mil.

Em janeiro de 2018 a Ethereum (ETH) teve sua máxima histórica registrada no mercado. Isso aconteceu após a Ethereum (ETH) ser cotada em US$ 1.380, ou ainda, R$ 5.312,86 segundo a cotação atual do dólar norte-americano.

Por outro lado, em 15 de dezembro de 2018 a Ethereum (ETH) iu seu preço agonizar. Naquela data a criptomoeda chegou a ser cotada em cerca de R$ 320. Um valor quase quatro vezes menor do que a cotação atual da Ethereum (ETH) no mercado.

Bitcoin Cash (BCH)

Assim como a Ethereum (ETH), o Bitcoin Cash (BCH) figura entre as maiores criptomoedas do mercado. Essa criptomoeda é um hard fork do bitcoin. Dessa forma, espera-se que o Bitcoin Cash (BCH) também seja uma das primeiras criptomoedas a chegar na marca dos R$ 4 mil novamente.

Atualmente o Bitcoin Cash (BCH) está sendo cotado por pouco mais de R$ 1.800,00. Porém, este valor foi bem menor há alguns meses atrás, quando o Bitcoin Cash (BCH) chegou a valer R$ 435 em fevereiro.

Com o crescimento do bitcoin, o Bitcoin Cash (BCH) poderá chegar a ser cotado acima de sua máxima histórica. Essa criptomoeda teve um valor absurdo de mais de R$ 15 mil, em um momento de supervalorização do mercado em geral. Com esse valor já atingido, não deverá ser difícil para o Bitcoin Cash (BCH) chegar em R$ 4 mil.

DASH

O DASH é a única criptomoeda de privacidade que faz parte desta lista. Ao contrário das criptomoedas mencionadas anteriormente,o DASH aposta em transações anônimas. Sendo assim, essa altcoin é a mais conhecida com esta especificidade no mercado.

Além da Ethereum (ETH) e do Bitcoin Cash (BCH), o DASH pode ser a próxima criptomoeda a chegar em cerca de R$ 4 mil. Esse ativo digital poderá, inclusive, facilmente ultrapassar este valor, já que sua máxima histórica foi um pouco mais além.

Em um momento de completa valorização do mercado, o DASH foi cotado em quase R$ 6 mil. Com este valor, a criptomoeda chegou em 50% a mais do que a faixa dos US$ 1 mil, de acordo com a cotação atual. Por outro lado, o DASH também esteve em momentos ruins no mercado. A criptomoeda chegou a valer pouco mais de R$ 250. Atualmente o DASH está sendo cotado em cerca de R$ 800,00.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Existem apenas 0.003 Bitcoin (BTC) para cada ser humano

Para que algo se sustente durante muitos anos, é necessário trabalhar com inovações duradouras. No caso do Bitcoin, entre suas inovações as que mais...

Blockchain dá vida ao primeiro aplicativo de licitações do Brasil

A tecnologia blockchain está por trás de um importante lançamento brasileiro. O país deverá contar com seu primeiro aplicativo voltado para o processo licitatório....

Conta digital e carteira de Bitcoin com VISA Contactless é lançada no Brasil

Utilizar criptomoeda no dia-a-dia brasileiro é um processo um pouco demorado para a maioria das pessoas: se você usa uma wallet externa, precisa enviar...

Hacker invade corretora de criptomoedas e rouba mais de R$ 120 milhões

Na última quinta-feira (11) a Bitpoint sofreu um duro ataque hacker em sua plataforma. A corretora de criptomoedas perdeu mais de R$ 120 milhões...

Bitcoin está mais correlacionado com Ouro, não tanto com altcoins

O preço do Bitcoin está mais correlacionado com o Ouro, entretanto, menos com as altcoins. Certamente, os últimos dias têm sido alarmantes para traders,...

Receita Federal americana é treinada para encontrar carteiras com criptomoedas

A Receita Federal dos Estados Unidos está recebendo um treinamento especial. Servidores estão sendo capacitados para encontrarem carteiras recheadas de criptomoedas de contribuintes. Como...
 

COMENTÁRIOS

MAIS LIDOS

Existem apenas 0.003 Bitcoin (BTC) para cada ser humano

Para que algo se sustente durante muitos anos, é necessário trabalhar com inovações duradouras. No caso do Bitcoin, entre suas inovações as que mais...

Blockchain dá vida ao primeiro aplicativo de licitações do Brasil

A tecnologia blockchain está por trás de um importante lançamento brasileiro. O país deverá contar com seu primeiro aplicativo voltado para o processo licitatório....

Conta digital e carteira de Bitcoin com VISA Contactless é lançada no Brasil

Utilizar criptomoeda no dia-a-dia brasileiro é um processo um pouco demorado para a maioria das pessoas: se você usa uma wallet externa, precisa enviar...

Hacker invade corretora de criptomoedas e rouba mais de R$ 120 milhões

Na última quinta-feira (11) a Bitpoint sofreu um duro ataque hacker em sua plataforma. A corretora de criptomoedas perdeu mais de R$ 120 milhões...

Bitcoin está mais correlacionado com Ouro, não tanto com altcoins

O preço do Bitcoin está mais correlacionado com o Ouro, entretanto, menos com as altcoins. Certamente, os últimos dias têm sido alarmantes para traders,...
Compartilhe