Coreia do Sul vai lançar moeda digital em 2021

Siga no

O Banco Central da Coreia do Sul anunciou que está pronto para começar os testes de uma moeda digital de banco central (CBDC) já em 2021. De acordo com informações do portal Yonhap, o Banco da Coreia começara o projeto piloto ano que vem, com foco em testar as transações utilizando o ativo digital.

De acordo com o portal, que é administrado pelo poder público da Coreia, o projeto já está com seu design completo e a tecnologia já foi avaliada por especialistas, estando tudo em fase de pré-implementação.

O teste marcado para o ano que vem terá como objetivo determinar se a CBDC (chamada e Won Digital até o momento) conseguirá operar normalmente em um ambiente restrito. O comunicado também afirma que a emissão das moedas digitais será feita pelo próprio Banco Central, enquanto instituições financeiras privadas vão realizar a distribuição.

O Yonhap também afirmou que a blockchain será usada para testar os detalhes das transações, de acordo com um dos oficiais do Banco da Coreia. O teste também seria uma clara indicação de que o país asiático está caminhando para o lançamento do ativo como moeda digital oficial.

Vale mencionar que o projeto da CBDC da Coreia do Sul está avançando bem, com os projetos iniciais em abril desse ano. Entre essa fase inicial para um design pronto passou menos de um ano, colocando a Coreia do Sul na frente da corrida para uma moeda digital distribuída pelo Banco Central.

A Tailândia também mostrou estar um passo na frente de outros países em relação a esse avanço financeiro. Sendo assim, os países asiáticos estão demonstrando muito mais flexibilidade, enquanto países como os EUA continua resiliente com o papel moeda.

Estados Unidos atrasado nas finanças digitais

Recentemente, durante o evento LA Blockchain Summit, o controlador do Office of the Comptroller of the Currency (Órgão Controlador de Moedas, em tradução livre) dos EUA, Brian Brooks, afirmou que o país norte-americano está mais atrasado que o resto do mundo quando se fala em moedas digitais.

Para Brooks, os EUA precisam manter a liderança financeira mundial, mas apenas conseguirá fazer isso através do avanço de um projeto de uma moeda digital com suporte do estado.

Claro, a China é a grande líder nessa atual corrida, já tendo completado e implementado a sua moeda em caráter experimental e aos poucos desenvolvendo o projeto para novos setores.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

NFT pode “matar” o Bitcoin? Qual a relação entre ambos?

É provável que muita gente conheça os NFTs, regularmente confundidos com “arte digital”. A ação ganhou força após Stephen Curry, astro da NBA, e...
Plataformas NFT e Ethereum empresas

Empresas listadas na bolsa apostam no mercado de NFT

O crescimento do mercado de NFTs tem quebrado barreiras mais rápido do que outros recursos relacionados a blockchain. Hoje até mesmo grandes empresas, listadas...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

Mineradores brasileiros comentam banimento de Bitcoin pela China

A proibição de Bitcoin pela China nos últimos dias abalou o mercado, com muitas pessoas ficando preocupadas com isso, menos dois mineradores brasileiros que...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias