Quinta corretora brasileira de bitcoin anuncia fim de atividades em 2020, saiba qual

Pedidos de saques vão até o dia 17/04/2020!

-

Siga no
CRIPTOHUB - corretora de Bitcoin
CRIPTOHUB
Anúncio

Mais uma corretora de Bitcoin brasileira está fechando suas operações e deu um prazo apertado para que seus clientes saquem seus fundos. Além disso, alguns clientes de sua comunidade estão acusando os fundadores de terem operado um golpe.

A Criptohub chegou ao mercado de criptomoedas brasileiro com uma oferta ousada. Em seu lançamento, chegou a afirmar que seria a “Binance brasileira”, dando suporte a novas operações, que até então não estariam disponíveis em corretoras locais.

A realidade, contudo, não chegou nem perto do projeto inicial, com inúmeros problemas em sua plataforma. Os clientes também reclamam da falta de transparência dos donos da corretora de Bitcoin brasileira, que teriam levantado milhões para criar o projeto.

Corretora de Bitcoin brasileira, Criptohub encerra e dá prazo apertado para saques

Anúncio

Os investidores da corretora brasileira de Bitcoin Criptohub foram surpreendidos nos últimos dias. A novidade é que a corretora encerrou suas operações, de maneira abrupta (e, para muitos, prematura), com clientes ficando a merce da nova situação imposta.

Cabe o destaque que o lançamento deste projeto foi via uma oferta inicial de moedas, também chamado de ICO. Ou seja, os clientes que negociavam na plataforma também eram investidores do projeto.

Contudo, no último dia sábado (4), os clientes receberam o comunicado oficial, que tudo havia acabado. A corretora de criptomoedas, criada para ser a Binance do Brasil, não durou nem dois anos. A partir deste momento, os clientes terão quinze dias (nesta segunda apenas 13), para solicitar saque.

De fato, os valores em reais depositados na corretora serão estornados em até 48 horas, de acordo com comunicado. Já quem possui Bitcoin na corretora, deverá solicitar e aguardar os prazos.

Os saques em criptomoedas de valores abaixo de 1 BTC são liberados instantaneamente, e valores acima de 1 BTC será feito uma verificação manual de segurança e liberado no máximo em 24 horas úteis.

criptohub encerra atividades
Criptohub encerra atividades – Reprodução/Facebook

Após os dias disponibilizados para saque, os clientes conseguirão sacar apenas pelo suporte via e-mail: [email protected] Caso você conheça algum cliente da Criptohub, avise-o desta situação para que ele proceda com o pedido de saque.

Falta de transparência e comunicação ruim mostram que dificuldades iam além da plataforma

O passado recente da Criptohub não estava sendo nem um pouco confortável para seus investidores. Muitos reclamam que a comunicação em canais oficiais da empresa está desatualizada e falta transparência na condução do desenvolvimento.

Último aviso da corretora em seu Telegram Oficial era de problema na plataforma, em Novembro de 2019
Último aviso da corretora em seu Telegram Oficial era de problema na plataforma, em Novembro de 2019, falta comunicação, afirma clientes – Reprodução/Telegram

No comunicado oficial de encerramento, a Criptohub citou dificuldades pelo momento vivido no mercado. Em outro ponto, afirma que poderá voltar, caso recebam um aporte de investidores, que proporcionaria a retomada do crescimento.

Continuamos a procura de sócios, investidores, para poder relançar e retomar o crescimento da empresa.

Hoje os custos para manter a empresa, a segurança dos usuários, e a exchange no ar, está inviável, até que um aporte financeiro aconteça, e possamos escalar o marketing da empresa e colocar ela no mercado.

Contudo, os clientes já acreditam que a Criptohub possa ter dado um golpe, ou mesmo, conduzido de forma errada o plano inicial. No grupo de investidores da empresa, em uma discussão após o anúncio de encerramento, alguns relacionaram a corretora com a Unick Forex e 3Xbit. Essa são outras empresas que deram golpes em seus clientes.

Dessa forma, fica claro que o atual momento, ruim para a Criptohub, é de desespero para muitos clientes. Alguns afirmam que perderam muito dinheiro na corretora, e irão processar seus fundadores.

Clientes acusam corretora de Bitcoin Criptohub de ser a nova Unick Forex, um golpe
Clientes acusam corretora Criptohub de ser a nova Unick Forex, um golpe – Reprodução/Telegram

Corretora havia levantado R$ 30 milhões de investimento em ICO

A Criptohub começou em 2019, com o lançamento de sua corretora e moeda própria. Para efetuar o lançamento, um ICO foi realizado, que levantou cerca de R$ 30 milhões de investidores.

ICO da Criptohub levantou mais que R$ 29 milhões de investidores, corretora alega falta de recursos para continuar funcionamento
ICO da Criptohub levantou mais que R$ 29 milhões de investidores, corretora alega falta de recursos para continuar funcionamento – Reprodução/SiteICOCriptohub

A reportagem do Livecoins entrou em contato com a Criptohub para saber sobre o futuro e se há alguma proposta para aporte. Além disso, foram questionados sobre os tokens da corretora, lançados em ICO e como ficará para os clientes que possuem tais ativos.

Como até o fechamento desta matéria as dúvidas não haviam sido respondidas, o espaço fica aberto para posicionamento.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Verificador de saldo de endereços bitcoin

Verifique o Saldo de Endereços Bitcoin

O Verificador de Saldo de Endereços Bitcoin já está disponível. Desenvolvido no Brasil, o aplicativo permite verificar facilmente o saldo de diversos endereços bitcoin...
ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Últimas notícias

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...