Corretores imobiliários aceitam Bitcoin cada vez mais

Empresas intermediando negócios na Argentina.

Placa de Bitcoin aceito aqui próximo de casa
Placa de Bitcoin aceito aqui próximo de casa

Várias empresas e corretores imobiliários aceitam Bitcoin cada vez mais, principalmente na Argentina, um dos países da América Latina onde a adoção tem surpreendido.

E um dos motivos para isso pode justamente ser a inflação no país vizinho do Brasil, que é uma das maiores da região, perdendo apenas para Venezuela, outro que já trabalha em larga escala com moedas digitais em vários níveis.

Quando o Bitcoin surgiu, seu propósito inicial era o de ser uma moeda digital com uso cotidiano por todas as pessoas insatisfeitas com a corrupção de governos e bancos centrais, que emitem moeda sempre que julgam necessário. Ou seja, essa moeda é única ao dar liberdade financeira sem exageros de autoridades.

E ao que parece, a América Latina tem sido um importante laboratório dessa inovação.

Corretores imobiliários aceitam cada vez mais Bitcoin na Argentina

De acordo com o portal argentino BAE Negocios, o ramo imobiliário do país tem buscado se reinventar com a crise na economia local. Para aquecer as vendas de imóveis, anúncios de corretores imobiliários mencionam cada vez mais o Bitcoin como meio de pagamento aceito.

No Brasil, por exemplo, a alta da taxa básica na economia, a Selic, freou os empréstimos para obtenção de imóveis pela população, e o mercado desaqueceu após dois anos de baixas taxas e alta procura de compradores e vendedores.

E na Argentina a situação também não está nada boa para quem trabalha com a venda de imóveis, visto que a tecnologia tem sido utilizada por pessoas que buscam fechar transações no setor.

O CEO de uma imobiliária local disse que o ingresso das criptomoedas no setor é positivo e mais pessoas querem comprar imóveis usando essa opção. Assim, além dos tradicionais empréstimos, o uso de criptomoedas e Bitcoin segue crescendo no setor.

Presença de plataformas no mercado ajudam empreendedores

Embora as transações sejam complicadas para muitas pessoas, a chegada de plataformas digitais no setor ajuda muito corretores imobiliários, como o Mercado Livre, por exemplo, que já permite na Argentina o anúncio de imóveis a venda por criptomoedas. Apesar da empresa não intermediar a transação ainda, ela permite o encontro de interessados, facilitando o match dos interessados.

Outra que atua no setor é a Crypto Avisos, que também permite a listagem de imóveis por Bitcoin. Mas com o mercado de criptomoedas também em queda, alguns negócios tem avaliado o uso de stablecoins como a USDT, que é lastreada em Dólar, uma moeda já comum para argentinos.

De qualquer forma, comprar e vender um imóvel na América Latina começa a ver mais transações com criptomoedas e Bitcoin, mostrando que adoção no continente segue aumentando.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias