Cresce o número de casos de extorsão sexual com pagamentos em Bitcoin

Mais de 300 milhões de e-mails foram enviados com mensagens de ameaça pedindo bitcoins em troca de silêncio.

Siga no
Extorsão sexual envolve Bitcoin em crime que cresce na web

Crescem o número de crimes envolvendo extorsões sexuais com pedidos de pagamentos em Bitcoin. De acordo com um estudo revelado pela Symantec, e-mails são enviados para investidores com ameaças relacionadas a exposição sexual das vítimas. Os criminosos ameaçavam espalhar supostos vídeos íntimos caso a quantidade exigida em bitcoins não fosse paga.

Crimes envolvendo criptomoedas não são incomuns. O que desperta a atenção em 2019 é o crescimento de crimes de extorsão sexual envolvendo pedidos de pagamentos em criptomoedas. Esse tipo de extorsão está se popularizando nos últimos meses.

Extorsão sexual recebeu 12,8 bitcoins

O crime de extorsão sexual com pedidos de pagamentos em bitcoins já fez vítimas em todo o mundo. No total, os criminosos conseguiram arrecadar 12,8 unidades de (BTC). Ou ainda, mais de R$ 500 mil de acordo com a cotação atual para a criptomoeda.

Essa quantia foi arrecadada de várias vítimas que receberam o e-mail de extorsão. Segundo o levantamento da Symantec, foram 243 transações direcionadas ao endereço eletrônico relacionado ao e-mail. Ou seja, os criminosos pediam pequenas quantidades de bitcoin que foram rastreadas pela Symantec.

A empresa especialista em segurança cibernética alertou para o crescimento desse tipo de golpe. Extorsão envolvendo e-mails é um golpe antigo no mercado, mas dessa vez, o golpe está direcionado a exposição sexual e criptomoedas.

“Testemunhamos uma evolução nos golpes de extorsão de e-mail, que são exatamente o que eles parecem: e-mails de golpe que tentam extorquir dinheiros das vítimas.”

Chantagista tentou receber R$ 21 mil de vítima italiana

A maioria das transações enviaram cerca de 0,1 (BTC) para a conta do chantagista. Nas mensagens, o criminoso aponta ter gravado momentos íntimos da vítima através da webcam. Em uma das mensagens, a vítima é acusada de ser um pedófilo. O texto em italiano revela que a ameaça tenta citar informações para intimidar as vítimas.

Além de dar detalhes sobre objetos familiares, o chantagista comenta sobre locais em que a vítima esteve. A mensagem revela ainda que existiam quatro vídeos gravados da vítima em momentos de completa intimidade. Isso sem mencionar as acusações de pedofilia em um discurso completamente intimidatório.

A mensagem publicada no Twitter termina com o criminoso pedindo uma fração de bitcoin em troca de seu silêncio. A quantia pedida nesse caso de extorsão sexual foi de 0.53113926 (BTC). O valor pedido equivale a cerca de R$ 21 mil. Um endereço eletrônico para o envio do bitcoin também foi apresentado na mensagem.

300 milhões de e-mails foram enviados

A Symantec rastreou os bitcoins recebidos pelo golpe através do endereço enviado na mesma mensagem para os e-mails das vítimas. Supostamente um boot foi responsável por disparar a mensagem para milhões de endereços. Estima-se que 300 milhões de e-mails tenham se deparado com a mensagem.

Segundo o estudo da Symantec, o mercado está diante de um golpe que cresceu de forma alarmante nos últimos meses. A prática de extorsão sexual envolvendo o Bitcoin já pode ser considerada como um dos maiores golpes aplicados no mercado em 2019. A Organização Transparência Internacional também aponta para um aumento de crimes envolvendo a extorsão sexual. A Ong declarou em recente pesquisa que uma a cada cinco pessoas na América Latina já sofreu algum tipo de extorsão sexual.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Comércio de Bitcoin na China aumenta, apesar de ser banido

Em 2017, a China fechou corretoras locais de criptomoedas, sufocando um mercado especulativo que era responsável por grande parte do comércio global de criptomoedas....
Divulgação/Goldman Sachs

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...
Bitcoin em fevereiro de 2021

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Província da China vai banir mineração de Bitcoin por causa do impacto ambiental

A emissão de gases de carbono é uma grande preocupação atualmente, sendo classificado como o principal causador do efeito estufa e um dos motivos...

Desenvolvedores voltam a atualizar Dogecoin

No meio da alta recorde das criptomoedas no ano passado, a Dogecoin (DOGE) se destacou como uma ovelha negra. Ela valorizou 2100% no intervalo...

Citibank: Bitcoin pode se tornar uma moeda de comércio global

O Bitcoin está em um "ponto de inflexão" e pode se tornar a moeda preferida para o comércio internacional, disseram analistas do gigante bancário...