“Criador do Bitcoin deve estar muito chateado”, diz delegado da PF

Em evento promovido pela Escola da AGU, o combate à corrupção com criptomoedas foi um dos temas explorados.

Siga no
Delegado da Polícia Federal fala sobre criador do Bitcoin estar chateado
Delegado da Polícia Federal fala sobre criador do Bitcoin estar chateado - Reprodução/Escola da AGU

De acordo com o delegado da polícia federal, Guilherme Helmer, o criador do Bitcoin deve estar chateado com o uso da moeda hoje em dia. Isso porque, com a conversão de Bitcoin em moedas fiduciárias, as pessoas estariam errando no uso inovador da moeda.

A participação do delegado foi no seminário Combate à Corrupção e Recuperação de Ativos, promovido pela Escola da AGU. O evento, que foi apresentado em formato digital, reuniu diversos servidores de órgãos fiscalizadores no Brasil.

Participaram também membros do Ministério Público, Polícia Civil e Procuradores da República. Com a reunião de diversos órgãos, compartilhando suas experiências, o evento espera que o Brasil avance no combate à corrupção e lavagem de dinheiro.

“Satoshi deve estar muito chateado”

O Bitcoin foi apresentado pela primeira vez em 2008, pelo pseudônimo de Satoshi Nakamoto, sendo sua rede colocada em funcionamento no início de 2009. Desde que foi criado, o Bitcoin nasceu para ser um sistema monetário independente de bancos e órgãos centrais.

Assim, a primeira criptomoeda surgiu com ideais libertários. Seu funcionamento, inclusive, seria melhor sem a presença de intermediários, como corretoras, por exemplo.

Com o passar do tempo, os usuários do Bitcoin acabaram negligenciando esses fundamentos, disse o delegado da PF Guilherme Helmer.

Ao participar do evento promovido pela Escola da AGU na última terça-feira (23), Guilherme comentou que o criador do Bitcoin deve estar chateado, caso ainda esteja vivo.

“Se ele fosse uma figura real, ele deve estar assim, muito, muito chateado. Porque as exchanges e a regulação é o inverso do que o Satoshi Nakamoto idealizou para o Bitcoin.

Ele não foi idealizado para ser convertido em moeda, ele foi criado para ser um meio de pagamento. Tanto que teve lá a histórica pizza de Bitcoin”

O delegado também defende que o Bitcoin deve ser regulamentado, para mitigar crimes, principalmente no Brasil.

“Corretoras não querem um mercado criminoso, elas querem ajudar no controle”

O delegado da PF, que foi responsável por acabar com o esquema de pirâmide da Trader Group em 2019, defendeu ainda o compliance de corretoras. De acordo com ele, as corretoras querem ajudar no controle do mercado, evitando crimes no setor.

“Quando investigamos uma pessoa que por alguma razão faz o uso de criptomoedas dentro do Brasil, temos uma atuação relativamente simples. O nosso problema é quando temos recursos em corretoras fora do Brasil, pois o tempo entre bloquear os valores com cooperação internacional pode prejudicar a ação.”

O delegado finalizou sua fala lembrando sobre as dificuldades de encontrar criptomoedas, quando em carteiras seguras. Como reportado pelo Livecoins nos últimos dias, o GAFI está com uma consulta pública em aberto, que deverá criminalizar o uso de carteiras de Bitcoin e negociações entre pessoas. O órgão espera que as corretoras sejam a preferência em negociações de Bitcoin.

O evento ainda contou com a Procuradora da Fazenda Nacional Ana Paula Bez Batti, que comentou sobre operações envolvendo crimes com criptomoedas. Já o delegado da Polícia Civil de Goiás, Vytautas Fabiano Silva Zumas, também comentou sobre alguns crimes com as moedas digitais.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Ethereum será atualizado no dia 4 de agosto e se tornará deflácionário

Nos últimos dias os participantes de grupos de criptomoedas têm perguntado se a atualização de uma certa criptomoeda fará a alta do Bitcoin ser...
Mão segurando Bitcoin e bandeira da Malásia

“Clientes da Binance devem sacar fundos imediatamente”, diz CVM da Malásia

A CVM da Malásia afirma que os investidores de criptomoedas devem sacar seus fundos imediatamente da Binance, que receberá medidas coercitivas em breve. A nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias