Desenvolvedor do Bitcoin chama criador do Ethereum de golpista mentiroso

Outro ponto abordado por Todd é a pré-mineração do Ethereum onde boa parte da oferta da moeda foi destinada aos fundadores. Já o Bitcoin, por comparação, nasceu de uma corrida justa.

Peter Todd, desenvolvedor do Bitcoin, voltou a atacar o Ethereum nesta quinta-feira (5), desta vez afirmando que Vitalik Buterin, criador do Ethereum, está delirando ou então é um golpista mentiroso.

Sua acusação é baseada nos planos de escalabilidade do Ethereum que precisará armazenar cerca de 85 terabytes por ano. Esse não é o primeiro ataque de Todd, em 2019, ele já havia chamado o Ethereum de golpe.

Embora a blockchain do Ethereum já seja cerca de 3 vezes maior do que a do Bitcoin, tendo metade do seu tempo de existência, a estimativa é que este número se distancie ainda mais com a migração para o Ethereum 2.0.

Ethereum é golpe

A história entre Peter Todd e o Ethereum é de longa data, em 2019, por exemplo, ele afirmou que o projeto era um golpe e que seus fundadores mentiram sobre as suas capacidades, provavelmente referindo-se a escalabilidade.

“É triste ver o @internetarchive anunciando um projeto tão fraudulento. ETH é essencialmente uma grande oferta de ações por um conjunto de fundadores que mentiram sobre suas capacidades.”

Outro ponto abordado por Todd é a pré-mineração do Ethereum onde boa parte da oferta da moeda foi destinada aos fundadores. Já o Bitcoin, por comparação, nasceu de uma corrida justa.

Vitalik está delirando ou é um golpista mentiroso

Agora em 2022, Todd voltou a chamar os desenvolvedores do Ethereum de golpistas, desta vez referindo-se especificamente a Vitalik Buterin que é o principal nome da moeda.

Respondendo a um corte de vídeo onde Vitalik afirma que alguns usuários podem realizar investimentos em HD para suportar a rede quando o Ethereum migrar para Proof-of-Stake (PoS) com o ETH 2.0, Todd afirma que estes planos são irreais.

“Sem mencionar que um HD de 100 dólares todo mês nem é o começo disso. É preciso backups, eu quero poder trabalhar nisso no meu laptop, caso a rede caia, quero poder testar correções de maneira fácil e rápida, etc.

Vitalik está delirando ou é um golpista mentiroso.”

Descentralização, segurança e escalabilidade

Um dos principais motivos do Bitcoin não ter aumentado o tamanho dos seus blocos para suportar mais transações por segundo é o fator descentralização.

Quanto maior for uma blockchain, menos pessoas vão armazenar este histórico completo. Por comparação, hoje o Bitcoin possui cerca de 383 GB e o Ethereum 1,1 TB. Também vale lembrar que o Bintcoin tem 13 anos e o Ethereum apenas 7.

Embora já seja um número alto, ele tende a aumentar muito mais rápido com a chegada do ETH 2.0. Além disso, vale lembrar que essas transações precisarão ser mantidas por toda vida da rede.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias