Criador do Ethereum diz que invasão da Ucrânia pela Rússia é um crime

Buterin é um cidadão russo, tendo nascido no país alguns anos depois da queda da União Soviética. Apesar de um certo mistério sobre sua família, Vitalik disse em entrevistas que seu pai, Dmitry Vitalik, fez parte da KGB.

A recente invasão da Rússia à Ucrânia tem sido um dos principais assuntos do momento, representando uma crise que pode se agravar na Europa, muitos estão se posicionando sobre a situação, e um dos que se posicionaram foi o criador do Ethereum, Vitalik Buterin, que condenou a ação militar ordenada por Putin.

Na última quarta-feira (23), logo após a confirmação do ataque russo à Ucrânia, Vitalik Buterin publicou um tweet falando sobre a sua visão de toda a situação.

Em sua publicação, Buterin condenou a decisão de Putin e a sua “incapacidade” (ou “falta de vontade”) de uma solução pacífica, declarando também que essa invasão não é só um crime contra o povo ucraniano, mas também contra os russos.

“Muito chateado com a decisão de Putin de abandonar a possibilidade de uma solução pacífica para a disputa com a Ucrânia e entrar guerra. Este é um crime contra o povo ucraniano e russo. Quero desejar segurança a todos, embora saiba que não haverá segurança. Glória à Ucrânia.”, escreveu o fundador do Ethereum.

Buterin é um cidadão russo, tendo nascido no país alguns anos depois da queda da União Soviética. Apesar de um certo mistério sobre sua família, Vitalik disse em entrevistas que seu pai, Dmitry Vitalik, fez parte da KGB.

A família Buterin migrou para o Canadá em 2000, o mesmo ano que Putin foi eleito. Mesmo com essa ligação com a Rússia, ele vem criticando as ações do país nos últimos meses em relação a essa crise com a Ucrânia.

Pouco tempo depois do seu post, Vitalik lembrou aos seus seguidores que o Ethereum é uma rede neutra e que não assume lados, mas ele é humano e não é neutro em situações assim.

Mercado de criptomoedas reage à ameaça de guerra na Europa

Apesar de termos conflitos armados ativos desde 2001 ao redor do mundo, o público geral, e o mercado, tende a dar muito mais atenção a quando esse tipo de acontecimento ocorre acima da linha do equador. Com isso, tivemos também uma reação no mercado de criptomoedas que acontece no Leste Europeu.

A situação geral pode ser resumida pelo movimento que o Bitcoin teve, perdendo ainda mais valor desde o começo da invasão da Rússia.

Preço do Bitcoin nas últimas 24h. Fonte: CoinMarketCap.

Outras altcoins também seguiram o mesmo caminho, perdendo valor desde as primeiras horas dessa quinta-feira, 24.

No entanto, o ouro foi pelo caminho oposto e acabou ganhando valor desde o começo do ataque.

Preço do ouro com uma alta repentina, reação a crise na Ucrânia. Fonte: TradingView/GoldPrice

Com isso, pelo menos por enquanto, a narrativa de reserva de valor do Bitcoin diante de momentos assim continua sendo desafiada.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias