Crimes financeiros crescem no Brasil, diz CVM

Dos 260 casos identificados em 2020, 139 seriam de pirâmides financeiras.

Siga no
Blocos pirâmide financeira crimes financeiros
Blocos de cubo em formato de pirâmide

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) apontou em um relatório que o número de crimes financeiros no país aumentou. Apenas em 2020, pelo menos 260 comunicados de indícios de crimes já foram enviados ao Ministério Público.

Esses mais de duzentos comunicados foram apenas aqueles levantados até setembro deste ano. Ou seja, o número pode ser ainda maior com a apuração dos dados recentes até dezembro.

No Brasil, a onda de crimes financeiros têm arrasado famílias e empresas, disseminando prejuízos com falsas promessas. De acordo com a CVM, o pior crime financeiro do Brasil hoje são as pirâmides financeiras.

Algumas até chegam a envolver suas promessas mirabolantes com o Bitcoin, mas como todo esquema ponzi, não há produto no crime, apenas ilusão.

Crimes financeiros crescem e pirâmides são o pior para o Brasil hoje

Em meio a pandemia do novo coronavírus, muitos aproveitaram para estudar e se capacitar. Outros, aproveitaram o tempo para criar e disseminar golpes, principalmente financeiros.

De acordo com a CVM, o número de ofícios ao Ministério Público em 2020 supera os de anos anteriores. A autarquia apontou que empresas que operam com indícios de crimes devem ser identificadas ao MP, que prossegue para investigação.

“Em 2019, a CVM enviou 184 ofícios para os Ministérios Públicos. Em 2018, foram 130. Nos anos anteriores, 121 (2017), 93 (2016) e 76 (2015).”, apontou a autarquia

Dos 260 casos identificados em 2020, 139 seriam de pirâmides financeiras. Normalmente, empresas aparecem com alguma receita mágica para ganhar dinheiro, oferecendo rendimentos fixos e bonificações ao convidar novas pessoas. Essas empresas, no entanto, não costumam durar muito tempo na ativa.

Entre os crimes mais comuns, a CVM destacou ainda que intermediações sem autorização e ofertas de valores mobiliários sem registro são outros problemas graves. O relatório da CVM ainda analisou apenas os dados de janeiro a setembro de 2020.

R$ 8 milhões em multas, só no terceiro trimestre

Se o número de casos suspeitos de crimes aumentou, a receita da CVM também aumentou. Apenas no terceiro trimestre de 2020, a autarquia aplicou mais de R$ 8 milhões em multas.

Outro dado que chamou atenção no Relatório de Atividade Sancionadora do 3.º Trimestre, em versão resumida, foi o perfil dos comunicados enviados pela CVM ao Ministério Público.

Isso porque, nos últimos anos a autarquia enviou mais ofícios ao Ministério Público Federal. Em casos assim é comum que as empresas, ou pessoas, suspeitas de cometer algum crime esteja praticando atos contra a União.

No entanto, em 2020, a maior parte das denúncias enviadas pela CVM foram aos Ministérios Públicos Estaduais. Esse novo padrão poderia mostrar que os crimes têm buscado maneiras de contornar as imposições dos últimos anos, mirando talvez novos alvos ou mudando a logística de suas operações fraudulentas.

Tabela 12: Quantidade de comunicações de indícios de crime ao MP
Tabela 12: Quantidade de comunicações de indícios de crime ao MP/Reprodução/CVM

É comum em crimes financeiros o uso de engenharia social para convencer as pessoas a cair nas armadilhas. Nestes casos, não é necessário fazer ameaças as vítimas, que por vezes acabam caindo nos golpes por pura ingenuidade ou falta de conhecimento.

Se você se deparar com uma proposta de investimento muito boa para ser verdade, desconfie.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Ethereum pode repetir trajetória do Bitcoin e atingir US $ 20 mil, de acordo...

Analistas têm estudado a correlação do preço do Bitcoin e do Ethereum e sugerem que se a Lei de Metcalfe for seguida, há uma...

Após afirmar que “clientes não têm interesse em Bitcoin”, BlackRock pode comprar Bitcoin

A BlackRock, gigante da indústria financeira e gestora de fundos com valor de mercado na casa dos trilhões, registrou alguns pedidos na SEC (Comissão...
Moedas de Bitcoin e dólares bilionários e milionários criptomoedas

Bitcoin e criptomoedas não são tão usados por criminosos como dizem os políticos

Em uma audiência para o Comitê de Finanças do Senado, Janet Yellen, a indicada do presidente eleito Joe Biden para assumir a secretaria do...

Cotações do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Após afirmar que “clientes não têm interesse em Bitcoin”, BlackRock pode comprar Bitcoin

A BlackRock, gigante da indústria financeira e gestora de fundos com valor de mercado na casa dos trilhões, registrou alguns pedidos na SEC (Comissão...

Bitcoin e criptomoedas não são tão usados por criminosos como dizem os políticos

Em uma audiência para o Comitê de Finanças do Senado, Janet Yellen, a indicada do presidente eleito Joe Biden para assumir a secretaria do...

Bitcoin volta a cair e fica abaixo de US$ 35 mil

Depois de atingir o seu novo valor histórico, acima dos US$ 40 mil, o Bitcoin voltou a enfrentar uma que, o que assustou alguns,...

Nova Secretária do Tesouro dos EUA pede “redução” do uso de Bitcoin

A nova secretária do tesouro do Estados Unidos, Janet Yellen, falou ontem sobre seu posicionamento quanto a abordagem que o novo governo dos Estados...

“Ganhei milhões em Bitcoin, mas vivo como um vegetal e não converso com mulheres”, diz jovem investidor

Um jovem russo de apenas 24 anos contou a história de como conseguiu ganhar dinheiro com Bitcoin e o custo que isso teve em...