Criptomoeda com nome de ‘Quem Quer Ser um Milionário?’ termina com golpe de R$ 900 mil

Existe a frase 'retorno garantido'? é fraude!

Siga no

O governo indiano criou muitas restrições para o comércio de criptomoedas no país, mas parece que os golpistas locais não se intimidaram. A polícia indiana prendeu Pritam Patil, um residente local por causa de um esquema que fraudou US $ 250 mil (~R$ 900 mil) em criptomoedas.

De acordo com o jornal indiano The Hindu, o acusado pedia às vítimas que investissem em sua nova criptomoeda chamada “KBC Coin”, com uma promessa de retorno garantido. As vítimas tiveram a garantia de que cada KBC que valia US $ 0,0056 na época aumentaria para US $ 1 até março de 2018.

O esquema foi realizado em meados de 2017, quando o bitcoin estava se valorizando, mas o caso só foi apresentado a polícia local na quinta-feira da semana passada.

De acordo com informações de uma das vítimas, Pritam Patil e seu colega Pintu Bajaj freqüentaram seu escritório por meses pedindo que investisse na moeda KBC, astutamente nomeada como “Kaun Banega Crorepati (KBC)” – a popular versão indiana de ‘Quem quer ser um milionário‘, programa de TV famoso na Índia apresentado pelo superstar Amitabh Bachchan. Se você não conhece, é um programa semelhante ao extinto Show do Milhão, do Silvio Santos.

Doze pessoas decidiram investir na criptomoeda. As vítimas disseram que foram orientados a pagar apenas em dinheiro vivo e não viram nenhum documento de registro da empresa. As vítimas decidiram investir devido a garantia de retorno.

Após o investimento, o acusado mudou o nome da criptomoeda para AFC Mint, e o site foi encerrado em setembro de 2018. Quando a vítima tentou entrar em contato com acusado, ela foi informada de que o negócio estava fechado e que não seria ressarcida.

O site da empresa saiu do ar, mas um vídeo em hindi no Youtube de fevereiro de 2018 pode ser visto alertando os usuários sobre a possibilidade de que essa moeda era uma fraude.

Esta não é a primeira vez que uma fraude envolvendo criptomoedas é descoberta em Mumbai, na Índia. Em junho do ano passado, autoridades locais descobriram outro golpe de US $ 75 milhões de uma moeda chamada Money Trade Coin (MTC), onde um policial estava entre os acusados.

Investigações em fraudes de criptomoedas na Índia muitas vezes atingem becos sem saída, pois as vítimas se recusam a se apresentar para testemunhar devido à incerteza regulatória em torno das moedas virtuais no país.

Pode ser difícil diferenciar uma ICO falsa de uma real, mas muitos investidores ingênuos estão se apaixonando por projetos sem fazer nenhuma pesquisa.

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) criou um site de uma moeda falsa para alertar os investidores de criptomoedas contra esses golpes.

Talvez a Índia também possa se beneficiar de programas educacionais similares sobre o uso seguro de criptomoedas.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
ViaTNW
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Rapper lança música com Bitcoin escondida em clipe

Rapper lança clipe com R$ 125 mil em Bitcoin escondidos

Um rapper lançou nesta sexta-feira (23) um clipe musical com 0,75 bitcoins escondidos (cerca de R$ 125 mil). As moedas podem ser resgatadas por...
Viaturas da Polícia Civil de São Paulo

Polícia Civil deflagra operação contra 17 empresas de Bitcoin

Buscando encerrar uma fraude em corretoras de Bitcoin no estado de São Paulo, a Polícia Civil deflagrou a "Operação Exchange". Foram cumpridos 6 mandados...
ETF ou Fundos de investimento

“Investimentos em empresas de criptomoedas são de ‘cair o queixo'”, diz Forbes

Com o mercado ainda em uma movimentação lateral, principalmente o Bitcoin, investidores estão olhando em outros indicadores de fortalecimento do ecossistema. Um deles é...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias