Criptomoeda despenca após ataque hacker e trava transações

Ala Shaabana, co-fundador da Bittensor, emitiu um breve comunicado sobre o incidente, mas não indicou nenhuma estimativa de tempo sobre a solução do problema.

A Bittensor (TAO), uma das 50 maiores criptomoedas do mercado, sofreu um ataque na terça-feira (2). No total, os hackers drenaram o equivalente a R$ 44 milhões em tokens TAO de diversas carteiras de investidores.

Como resposta, a equipe pausou toda a atividade da rede até que a causa do problema fosse encontrada e resolvida. Em outras palavras, ninguém pode transferir suas criptomoedas, nem mesmo fazer o staking/unstaking delas.

O mercado se assustou com o problema e uma grande pressão vendedora surgiu. No momento desta redação, a Bittensor (TAO) opera em queda de 13% nas últimas 24 horas.

Bittensor diz estar investigando ataque

Embora muitas empresas usem o Twitter como principal plataforma de comunicação, a equipe da Bittensor está atualizando o caso através do Discord. O problema foi reconhecido na manhã desta segunda-feira (2).

“Estamos investigando o que parece ter sido um ataque em diversas carteiras da Bittensor nas últimas 3 horas”, escreveu um membro da equipe. “Por precaução, recentemente interrompemos completamente as transações on-chain até que tenhamos mais informações sobre a natureza deste ataque.”

Equipe da Bittensor reconhece ataque e informa pausa nas transações.
Equipe da Bittensor reconhece ataque e informa pausa nas transações.

Outra mensagem afirma que a pausa duraria apenas 24 horas. No entanto, exploradores de blocos mostram que a rede continua congelada, sem registrar transações.

Ala Shaabana, co-fundador da Bittensor, emitiu um breve comunicado sobre o incidente, repetindo as falas acima. De qualquer forma, não indicou nenhuma estimativa de tempo sobre a publicação de um “post mortem” ou de uma solução.

“Como atualização, contivemos o ataque e colocamos a blockchain em modo de segurança (os blocos estão sendo produzidos, mas nenhuma transação é permitida)”, escreveu Shaabana. “Ainda estamos no meio da investigação e considerando todas as possibilidades. Fiquem ligados.”

Dado isso, investidores da TAO podem acompanhar atualizações através do Discord do projeto ou então do perfil de seu co-fundador para novas atualizações.

Criptomoeda TAO desaba 13%

Além do ataque a diversas carteiras sugerir que o problema esteja no próprio projeto, o congelamento das transações também preocupou investidores. Sendo assim, aqueles que tinham suas moedas em corretoras logo as despejaram no mercado.

No momento desta redação, a Bittensor opera em queda de 13% nas últimas 24 horas. Focado em Inteligência Artificial (IA) e com um valor de mercado de US$ 1,6 bilhão, a TAO é a 50ª maior criptomoeda do setor.

Bittensor (TAO) em queda após hack e congelamento da rede. CoinMarketCap.
Bittensor (TAO) em queda após hack e congelamento da rede. CoinMarketCap.

Vale notar que a TAO teve uma alta de 1.500% entre outubro de 2023 e março de 2024. No entanto, ela perdeu 68% de seu valor nos últimos quatro meses, sendo esse episódio mais um sinal de alerta.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias