Criptomoeda Stellar valoriza após alta do Bitcoin, XRP dispara 30%

Moedas com tecnologia irmãs crescem absurdamente nas últimas 24 horas.

Stellar Lumens criptomoeda
Stellar Lumens

A criptomoeda Stellar (XLM) valoriza após a recente alta do Bitcoin, enquanto a Ripple também explode. Consideradas irmãs de tecnologia, o destaque percentual das últimas 24 horas foi para ambos os protocolos.

Apesar da valorização recente, esses projetos ficaram sem destaque nos últimos dois anos. Após um final de 2017 glorioso, tanto o protocolo Stellar quanto a Ripple tiveram duras desvalorizações.

O passado duro, entretanto, parece estar virando para alta, ao passo que o Bitcoin segue caminhando para sua alta histórica. O mercado de criptomoedas todo se agitou com o movimento da principal moeda.

A Ethereum, por exemplo, atingiu os U$ 500 por unidade também, algo visto apenas em 2018. Dessa forma, o momento mostra que as altcoins tem se aproveitado, mas os riscos seguem sendo maiores.

Alta da criptomoeda Stellar acontece com movimento de alta do Bitcoin, Ripple também se valoriza

O valor total de mercado do bitcoin bateu recorde, com as criptos ultrapassando meio trilhão na última semana. Esse movimento recebeu bastante atenção até da mídia tradicional, que viu o Bitcoin ultrapassar R$ 100 mil pela primeira vez na história.

O momento é oportuno para investidores das criptomoedas, principalmente do Bitcoin. No entanto, os investidores que gostam de correr mais riscos nesse mercado também tem tido boas experiências.

Nas últimas 24 horas, por exemplo, duas criptomoedas famosas ganharam muito destaque. A criptomoeda Stellar valorizou 17% em relação ao dólar, alcançando o valor unitário de U$ 0,10. Com o movimento, o protocolo Stellar caminha para o rompimento do valor mais alto do ano, que é de U$ 0,11.

Esta alta da Stellar (XLM) é interessante para os fãs da moeda, que já viram ela ser uma das principais do mercado. Após uma grande alta em 2017, a Stellar chegou a ultrapassar o Bitcoin Cash no final de 2018 e ser a 4.ª criptomoeda do mundo.

Naquela época, cada unidade da Stellar ainda era de U$ 0,17, ou seja, bem acima do visto atualmente. As altcoins são consideradas moedas mais arriscadas e voláteis que o próprio Bitcoin por traders do mercado.

A maior cotação da Stellar na história é de U$ 0,88 por unidade, no dia 3/1/2018. Dessa forma, a criptomoeda Stellar ainda está 88% abaixo de sua principal marca alcançada, em relação ao dólar, de acordo com o CoinGoLive. No Brasil, cada Stellar vale hoje R$ 0,54.

Criptomoeda “irmã”, Ripple também segue em alta e volta a ser terceira maior do mercado

A criptomoeda Ripple e Stellar são criptomoedas com a tecnologia próxima. Isso porque, a Stellar é um hard fork da Ripple. Em tempos passados, a valorização e desvalorização de ambas as moedas caminhou próxima, mostrando alta correlação entre os projetos.

De fato, nesta alta valorização da Stellar, a Ripple também mostrou alta de 34% nas últimas 24 horas. O gigantesco movimento no curto período levou a moeda a ocupar a terceira posição do market cap novamente.

No Brasil, o preço da Ripple segue em R$ 2,24, com a cotação em dólar acima de U$ 0,40. Apesar disso, a Ripple também segue 87% abaixo de sua alta histórica, atingida no dia 7/1/2018. Na época, cada moeda XRP valia U$ 3,40, sendo que no Brasil se aproximou dos R$ 20 cada.

De qualquer forma, para os traders de curto prazo, este pode ter sido o principal movimento do final de semana.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias