Cuidado com as estratégias que as altcoins usam para roubar seu Bitcoin

Com o Bitcoin acima de US$ 40 mil, muitos promotores de altcoins vão querer tomar seus bitcoins

Siga no

Sylvain Saurel, autor do blog Bitcoin We Trust, recentemente publicou um artigo demonstrando algumas estratégias que incentivadores de investimento em altcoins usam para convencer pessoas a tirarem dinheiro do Bitcoin para outras moedas.

Para ele, essas são estratégias perigosas, afinal, podem acabar convencendo as pessoas a tirar dinheiro de um ativo que demonstra força e colocar em apostas menos seguras.

Com o Bitcoin demonstrando constante força de valorização nos últimos meses, muitos estão acreditando na possibilidade de uma altseason, ou seja, um momento em que o dinheiro vai fluir do Bitcoin para as criptomoedas menores. Com isso, muitas altcoins alcançariam novos recordes de preço, como aconteceu durante 2017.

Enquanto Saurel é um declarado maximalista de Bitcoin, muitos de seus argumentos trazem pontos interessantes, que podem ser usados até por pessoas mal intencionadas para atrair investidores iniciantes em projetos menos consolidados.

Cuidado com as estratégias que as altcoins usam para roubar seu Bitcoin

Com o artigo intitulado “5 estratégias enganadoras que altcoiners usam para roubar seu Bitcoin”, Saurel alertou sobre as diferentes histórias contadas pelos promotores de altcoins para atrair os novos investidores que procuraram lucrar com o Bitcoin.

“Algumas pessoas, altcoiners, sem mencioná-los, estão tentando usar a atual situação para vender uma história. Esses altcoiners vão te dizer que a Altseason está para começar. Eles vão usar de exemplo o que aconteceu anteriormente ao dizer que quando o Bitcoin bateu recordes em 2017, uma altseason seguiu o mercado, com dinheiro saindo do BTC e indo para outras moedas.”

Bitcoin é ultrapassado

Entre os argumentos utilizados pelas altcoins, Sylvain destacou que muitos dizem que “A tecnologia do Bitcoin está desatualizada”.

Para o autor, um dos principais argumentos dessas pessoas é como a tecnologia do Bitcoin é muito antiga e que as moedas alternativas possuem muito mais avanços, escalabilidade e recursos.

“A tecnologia do Bitcoin está evoluindo no ritmo necessário para garantir a segurança de centenas de bilhões de dólares que usuários colocaram na rede para se proteger da inflação monetária e censura. Qualquer bug pequeno introduzido ao código poderia custar bilhões de dólares e acabar com a revolução do Bitcoin.”

Ele também argumentou que a tecnologia do Bitcoin não tem tantos recursos como outras criptomoedas, mas isso é porque o ativo digital tenta manter ao máximo o que a definiu, principalmente o poder diretamente delegado à comunidade.

“Todas as Altcoins que dizem ter uma melhor tecnologia, fazem isso ao custo de centralizar a sua rede. Qual é a vantagem de realizar 100, 200 ou 500 transações por segundo em um sistema centralizado com atributos monetários enganosos? Não há vantagem. No longo prazo, apenas o Bitcoin importa.”

“Bitcoin não é descentralizado por causa dos mineradores da China”

Outro ponto que o autor chamou a atenção como sendo um dos principais argumentos usados pelos altcoiners para criticar o Bitcoin é que a moeda é centralizada porque depende da mineração na China.

Recentemente, até mesmo o revisor do código do Bitcoin usou esse argumento para falar que a moeda era um desastre.

“O Bitcoin é o único sistema completamente descentralizado. Nenhuma altcoin pode superar o Bitcoin nesse quesito. Porém, você frequentemente vai ouvir altcoiners falando que o Bitcoin é centralizado porque o Hash Rate depende muito de mineradores chineses.”

De acordo com o artigo, essa crítica não tem uma credibilidade e também são acusações falsas.

Mesmo que a maioria do poder computacional esteja na China, é algo que nunca teve impacto na segurança da rede do Bitcoin, além de ser algo que pode ser facilmente contrabalanceado no futuro, com mineradores de outros lugares do mundo colocando máquinas para minerar fora da China.

Apesar de correto, essa não é uma solução tão simples, mas a rede tem como ser equilibrada para evitar esse tipo de monopólio do hash rate.

“O Bitcoin é uma blockchain descentralizada. Nada impede que outros mineradores entrem na rede para balancear o peso de um país que se tornaria muito importante. É bem simples.”

Mito da diversificação

Outro destaque interessante de Sylvain sobre o que é dito pelos altcoiners é a estratégia de dizer que comprar altcoins é importante pela diversificação e proteção contra quedas.

Isso quer dizer que, comprando altcoins, caso o Bitcoin caia, você não perde tudo, já que tem dinheiro alocado em outros criptoativos.

“A diversificação com as altcoins é apenas uma ilusão, porque elas dependem do sucesso do Bitcoin.

Todas as Altcoins dependem exclusivamente do sucesso do Bitcoin.

Se o Bitcoin falhar, as altcoins também sumiriam. Com o Bitcoin ainda aumentando de valor, as altcoins vão continuar a se aproximar do zero. Todas as altcoins não possuem valor de longo prazo.”

O Bitcoin pode aprender com as altcoins

O artigo de Sylvain gerou muitos comentários em diferentes plataformas, principalmente no Reddit. enquanto muitos concordam com ele, outros acreditam que algumas altcoins trouxeram diferentes recursos que podem acrescentar ao Bitcoin.

No subfórum do Bitcoin no Reddit, um usuário comentou:

“Eu apoio o que ele disse, mas eu queria que ele dissesse mais coisas específicas ao invés de atacar todas as outras moedas. Para mim, o Ethereum e o Monero não são apenas “altcoins”, elas trazem qualidades efetivas.”

Alguns comentaram justamente sobre como o Bitcoin poderia adotar recursos como o da Monero, principalmente quando se fala em anonimato para as transações, algo que praticamente não existe no Bitcoin nativo.

“Sou um grande fã da Monero, e adoraria ver o Bitcoin ‘roubando’ as qualidades da moeda. o Bitcoin continua evoluindo e as vezes uma altcoin oferece um recurso interessante antes dela, mas não é nada de ruim em admitir quando alguém tem um bom recurso e copiar isso.”

Existem mais de 7 mil altcoins no criptomercado, muitas possuem projetos interessantes, enquanto outras podem levar a resultados catastróficos.

O mais importante de tudo é sempre fazer a sua própria pesquisa sobre os seus investimentos!

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Ethereum será atualizado no dia 4 de agosto e se tornará deflácionário

Nos últimos dias os participantes de grupos de criptomoedas têm perguntado se a atualização de uma certa criptomoeda fará a alta do Bitcoin ser...
Mão segurando Bitcoin e bandeira da Malásia

“Clientes da Binance devem sacar fundos imediatamente”, diz CVM da Malásia

A CVM da Malásia afirma que os investidores de criptomoedas devem sacar seus fundos imediatamente da Binance, que receberá medidas coercitivas em breve. A nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias