CVM acusa Binary Bit de usar indevidamente o nome do órgão regulador

Possível golpe citando parceria com a CVM!

Siga no

Uma empresa chamada Binary Bit tem utilizado o nome da CVM para passar credibilidade a investidores. Entretanto, a autarquia federal afirmou em nota nesta terça (20), que não possui nenhuma relação com a Binary Bit.

Essa empresa possui sua base em Salvador (BA), de acordo com site oficial. Dentre os serviços oferecidos estão: Robô de Rentabilidade (1% a 3% ao dia), Plataforma de Sinais, Curso EAD de Trader, dentre outros. A empresa ainda oferece pagamentos com Bitcoin utilizando Smartband (pulseira inteligente). Para a CVM, entretanto, a Binary Bit é um possível esquema de pirâmide.

CVM alerta para Binary Bit

Em nota no dia 20, a CVM alerta novos investidores para cuidados com a Binary Bit. De acordo com a autarquia federal, a empresa pode ser uma pirâmide financeira.

Cabe o destaque que, apesar da Binary Bit informar que sua sede é em Portugal em seu site, possui escritórios no Brasil. A base de operações da empresa seria em Salvador (BA), com escritório também em São Paulo (SP).

Com sede em Sintra, Portugal e com escritório em São Paulo capital, é Salvador que a Binary tem suas principais atividades

De acordo com a nota da CVM, a Binary Bit está usando o nome da autarquia para passar credibilidade. Além disso, o nome do Superintendente Geral, Alexandre Pinheiro dos Santos também teria sido mencionado. Essa medida seria, na visão da CVM, um meio de passar credibilidade para novos investidores. Por nota, a CVM negou qualquer relação com a Binary Bit.

CVM já alertou Ministério Público do Estado de São Paulo e Departamento de Polícia Federal sobre possível fraude

A CVM afirmou ainda que já informou o Ministério Público de São Paulo sobre este caso. Foi aberto o Processo CVM nº 19957.005764/2019-39, comunicando indícios de crime de ação penal pública.

Além disso, o Departamento de Polícia Federal também já foi avisado deste caso. De acordo com a CVM, as entidades possuem um acordo de cooperação. Com isso, a PF poderá averiguar os casos em que a CVM e o Superintendente Geral foram mencionados pela empresa.

Apesar disso, a Binary Bit segue com seus negócios em pleno funcionamento. No último dia 17 de agosto aconteceu a primeira convenção da Binary Bit, com a presença do cantor Saulo. O evento aconteceu no estádio que sediou jogos da Copa do Mundo em 2014, Arena Fonte Nova.

Evento da Binary Bit no último dia 17 de agosto
Evento da Binary Bit no último dia 17 de agosto

Com a nota da CVM, a empresa poderá ter problemas com captação de investidores no Brasil. Impedimentos assim já aconteceram em outras situações, como na Unick Forex, Indeal, entre outras.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Big Techs

Gigantes da tecnologia correm para entrar no mercado de criptomoedas

Amazon, Facebook, Twitter, Reddit, Signal, Kin e provavelmente o Google são apenas algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo que agora estão envolvidas...
UniSwap-arte

Uniswap dobra o joelho para regulação e censura mais de 100 criptomoedas

A Uniswap Labs, empresa responsável pelo desenvolvimento da exchange "descentralizada" Uniswap, anunciou que limitará o acesso a mais de 100 tokens em sua plataforma. O...
Uniswap moeda

Criptomoeda de graça na Uniswap é golpe que pode drenar saldo de carteira

Um ataque cibernético aplicado na Uniswap envolvendo uma distribuição gratuita de criptomoedas (airdrop) na rede Ethereum pode drenar todo o saldo das carteiras dos...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias