Dogecoin dispara mais de 150%, grupo do reddit pode ser responsável

A ação orquestrada nas redes sociais foi responsável por elevar o preço das ações da GameStop de US $17 para $ 372. O grupo agora parece estar focado na Dogecoin.

Siga no
Dogecoin
Dogecoin

O grupo do reddit que fez com que as ações da GameStop disparassem mais de 1.744% resolveu causar o mesmo efeito na criptomoeda Dogecoin. Aparentemente os membros do fórum estão direcionando atenção especial para o mercado de criptomoedas

Após uma postagem no Twitter de um perfil não oficial de um suposto líder desse grupo, a Doge disparou e atingiu cerca de 150% de alta, a criptomoeda que atualmente é negociada por cerca de 0,02 centavos de dólar tem sido o centro das atenções na internet e segundo as postagens, vai chegar na incrível marca de 1 dólar.

O grupo pode estar liderando outra operação para ‘trollar’ o sistema financeiro, outras ações do mercado tradicional estão apresentando alterações no preço, na Europa, empresas como Unibail-Rodamco-Westfield, a Rakuten. e a Pigeon., que são as favoritas dos vendedores a descoberto, estão subindo. 

A ação orquestrada nas redes sociais foi responsável por elevar o preço das ações da GameStop de US $17 para $ 372, fazendo com que grandes corretoras como a TD Ameritrade e Charles Schwab restringissem as transações com as ações da empresa.

Agora, a Dogecoin subiu mais de 150% em poucas horas, assustando observadores do mercado que fizeram alerta de esquemas de PUMP e DUMP.

Dogecoin 150%
Dogecoin 150%

O próprio CEO da Binance, a maior corretora de criptomoedas do mundo pediu no Twitter para que as pessoas tenham cuidado ao negociar o ativo.

Censura

Após o tweet anunciando que a Doge poderia chegar a US$ 1 dólar, a Robinhood, uma famosa corretora dos EUA, restringiu a negociação da criptomoeda depois que a Dogecoin subiu mais de 150%.

Com a censura imposta pela corretora, a avaliação do aplicativo da empresa recebeu mais de 100 mil avaliações de 1 estrela nas lojas de aplicativo da google e apple.

Robinhood avaliações negativas
Robinhood avaliações negativas

Com toda a censura alguns analista começaram a anunciar que seria apenas uma questão de tempo até esse grupo de pessoas encontrassem a liberdade no Bitcoin e na indústria descentralizada.

“Em algum momento, esses caras do r / wallstreetbets descobrirão que o BTC é o maior protesto financeiro”, tuitou Haralabos Voulgaris, chefe de pesquisa quantitativa do Dallas Mavericks. “Assim como todo mundo.”

E foi justamente isso que aconteceu, ontem um dos supostos líderes do grupo tuitou: “Os mods da WSB querem poder. Eu quero descentralização”, e então começou a perguntar sobre Bitcoin e criptomoedas.

O mercado de criptomoedas está animado com tudo que aconteceu em Wall Street e a revolução que pode acontecer no sistema graças as criptomoedas. Grandes nomes do mercado cripto têm sugerindo que eles também entrem nas finanças descentralizadas (DeFi).

“WSB + Tesla + Bitcoin = pesadelo de Wall Street”, comentou o especialista em criptomoedas Anthony Pomliano.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Diego Marques
Começou em 2016 como um dos primeiros redatores do Guia do Bitcoin. Diego tem preferência por notícias que podem influenciar o preço das criptomoedas, mas também gosta de escrever curiosidades do cripto-universo.
Tecnologia blockchain tendência

Prodest avalia experiência com blockchain em processo seletivo

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo, Prodest, avalia os conhecimentos em blockchain como um diferencial em processo...
Bitcoin em ratoeira problema

Michael Burry critica alavancagem do mercado de criptomoedas

O lendário trader de Wall Street, Michael Burry, criticou nos últimos dias a alavancagem do mercado de criptomoedas. Em sua fala, o problema é...
MicroStrategy Bitcoin

MicroStrategy aproveita queda e compra mais 13 mil bitcoins

O mercado de Bitcoin começa a semana com uma queda nos preços, isso faz as baleias se movimentarem para comprar tudo que podem, e...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias