Dólar fraco tornará Bitcoin mais forte, aponta Forbes

Estudo aponta que moeda norte-americana tem perdido fôlego no mundo!

Siga no
Bitcoin e Dólar
Bitcoin e Dólar

Muitos buscam entender o movimento de alta do Bitcoin nas últimas semanas. Isso porque, nos últimos 30 dias, o Bitcoin já teria valorizado pelo menos 24%. Para um escritor da Forbes, o dólar fraco ainda tornará o Bitcoin mais forte nos próximos meses.

Para aqueles traders que prestam atenção no par de negociação USD/BTC, o momento é interessante. Após apresentar um forte movimento de alta, o Bitcoin registra queda nos últimos dias, perdendo cerca de U$ 500 desde domingo (10).

Mesmo assim, as perspectivas de médio prazo, continuam positivas, mesmo com a pressão de curto. A análise do Dólar em relação ao Bitcoin poderia fornecer uma visão macro, que daria aos investidores a perspectiva correta, apontou um analista do mercado.

Dólar mais fraco tornará o Bitcoin forte, aponta artigo da Forbes

A moeda dos Estados Unidos, o Dólar, é considerada há alguns anos a reserva monetária internacional. Essa importância, de fato, acontece desde a Conferência de Bretton Woods, em 1944, ao final da Segunda Guerra Mundial.

Com a crise financeira em 2020, acirrada pela pandemia do novo coronavírus, a moeda mostra algumas instabilidades. Além disso, com as próximas eleições para presidente, marcadas para o início de novembro, a confiança em torno da moeda padrão global aumenta.

A desconfiança nessa divisa é tanta, que o Goldman Sachs afirmou que o dólar poderia perder seu status de reserva. De acordo com Christopher Brookins, colaborador da Forbes, o dólar fraco tornará o Bitcoin ainda mais forte nos próximos meses.

Para Brookins, o preço do Bitcoin tem sido impulsionado pelo dólar norte-americano nas últimas semanas. Além do Bitcoin, os investidores têm estado de olho nos metais preciosos, como ouro, por exemplo.

Contudo, o desempenho do Bitcoin em relação ao ouro em 2020 é muito superior. Com 72% de retorno (Bitcoin) em comparação com 32% (ouro), a fraqueza do Dólar que a moeda digital é uma das principais reservas de valor na visão dos investidores.

Fraqueza do Dólar é cenário macro, o que não exclui chance de recuperação em alguns anos

Para Qiao Wang, em uma declaração pelo Twitter recentemente, o dólar perde força por um cenário macro. Dessa forma, a força do Bitcoin é explicada pelo mesmo fator, dando a entender que existe uma possível correlação inversa com o dólar.

Alguns analistas gráficos que conversaram com Brookins apontaram que qualquer queda do Bitcoin não deve romper o suporte de U$ 8 mil. Isso porque, ao romper as resistências de anos, a moeda ganhou fôlego e deverá ir além em breve.

Entre os pontos importantes para o Bitcoin está a geração millennial e Y, que são fãs da moeda digital. Além disso, com países em maciço endividamento, a busca por reservas de valor deverá ser crescente. Na teoria, esse cenário poderia ser bom para o Bitcoin, e até o ouro, mas muito ruim para o dólar.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Carteira com duas criptomoedas Dogecoin dentro

Comprar Dogecoin ou um imóvel? Elon Musk opina com risada

O que você prefere comprar, um imóvel ou uma criptomoeda chamada Dogecoin? Um meme criado pela comunidade da moeda digital divertiu Elon Musk, CEO...

Candidato a prefeito de Nova York diz que cidade será “o centro dos bitcoins”

Eric Adams, um dos principais candidatos à prefeitura de Nova York e líder das eleições primárias pelo partido Democrata, demonstrou ser um candidato pró-Bitcoin. Em...
Fachada do Banco do Brasil em Brasília

Banco do Brasil considera Bitcoin como moeda em edital de concurso

O Banco do Brasil considera o Bitcoin como uma moeda, segundo um novo edital para concurso público divulgado nesta quinta (24). Foram abertas 4.480...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias