Dominância do Bitcoin aumenta em meio à queda das altcoins

Ficar de olho na dominância do Bitcoin é uma métrica importante para muitos analistas gráficos.

Siga no

Em meio à queda do Bitcoin, o resto do criptomercado também está sofrendo com um banho de sangue. Com as altcoins muitas vezes acompanhando o movimento do Bitcoin, a situação não está boa para muitos investidores que diversificaram seus portfólios com moedas alternativas.

Com isso, temos um criptomercado bem vermelho, como é o caso do Ethereum, ou então quedas maiores, como a Binance Coin, que acumula perdas de 10%.

Como sempre acontece neste tipo de situação, a participação do Bitcoin no mercado acabou subindo.

Mesmo com o preço do Bitcoin caindo e testando o suporte de US$ 30 mil, a sua dominância vem subindo, atingindo o valor mais alto durante o mês. Isso é um sinal claro de que o mercado de altcoins está em apuros, com perdas grandiosas para as moedas de capitalização menor.

Apesar de estar em queda, o Bitcoin não parece estar caindo sem lutar. A pressão de compra chegou a aparecer algumas vezes, levando a moeda para uma recuperação de próxima dos US$ 35 mil, mas infelizmente, o FUD da China voltou a exercer pressão de venda e a moeda encostou nos US$ 30 mil, o preço mais baixo desde o começo de junho.

Com a dominância do Bitcoin indo para a 47,38%, esse é o valor mais alto da participação do Bitcoin no mercado desde o começo de maio. Novamente, isso é um claro sinal de que o mercado de altcoins está sofrendo mais do que o Bitcoin, o que pode ser um sinal bem negativo sobre o sentimento do mercado de forma geral.

Mas a dominância do Bitcoin ainda é apenas parte do que era no começo do ano. Em janeiro de 2021 a dominância do Bitcoin marcava mais de 70%.

E sempre que temos um momento de grande queda do Bitcoin, muitos começam a ficar de olho no histórico da moeda digital para tentar encontrar padrões similares ao que aconteceu antes.

E, como é de se esperar, temos um momento de grande queda da dominância do Bitcoin entre 2017 e 2018.

No entanto, vale ressaltar que a dominância das altcoins no período se manteve por um bom tempo antes de começar a cair em oposição ao aumento da do Bitcoin. Quando a dominância do BTC começou a aumentar, foi quando o preço começou a se recuperar e eventualmente saiu dos US$ 3 mil para mais próximo dos US$ 13 mil.

Ficar de olho na dominância do Bitcoin é uma métrica importante para muitos analistas gráficos. E esse aumento recentemente é interessante, afinal, a história pode não se repetir, mas ela pode rimar, como dizia Mark Twain.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Kid Bengala promete dar “madeirada” em quem vender criptomoeda

Após a sua grande carreira na indústria de filmes adultos, Clóvis Basílio dos Santos, mais conhecido como Kid Bengala, se tornou uma celebridade na internet...

Um dos maiores bancos dos EUA pode estar explorando empréstimos com Bitcoin

Com os bancos e outras instituições demonstrando cada vez mais interesse no criptomercado, podemos ver cada vez mais produtos ligados ao setor tradicional e...
Homem olhando bravo para notas amassadas de Real brasileiro enquanto segura o Bitcoin

Pesquisa revela que brasileiros acreditam no Real digital apenas no curto prazo

Muitos brasileiros acreditam no Real digital como uma tecnologia promissora de curto prazo, não para daqui a cinco anos. Pelo menos isso é o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias