Dominância do Bitcoin cai para 43% e acende alerta no mercado

A dominância do Bitcoin é uma métrica muito importante para os investidores, principalmente para aqueles preocupados com análise técnica.

Siga no

Uma série de criptomoedas alternativas (altcoins) estão chamando atenção de investidores devido a seus ganhos expressivos ao longo dos últimos meses, podemos destacar aqui Ethereum e Dogecoin, que tiveram altas significativas desde meados de 2020. Com isso o Bitcoin foi ultrapassado em sua performance no mesmo período e também perdeu parte da sua dominância, o que está preocupando analistas.

Com diferentes altcoins sendo cada vez mais procuradas, a dominância do Bitcoin (que é a participação da moeda digital na capitalização total de mercado) caiu consideravelmente nos últimos meses.

O Bitcoin tinha 70% da capitalização do mercado de criptomoedas no começo do ano, mas com as altcoins em alta, a participação da moeda caiu para 43%, a porcentagem mais baixa desde julho de 2018. 

Dominância do Bitcoin em sua taxa mais baixa desde 2018. Fonte: CoinMarketCap
Dominância do Bitcoin em sua taxa mais baixa desde 2018. Fonte: CoinMarketCap

A dominância do Bitcoin é uma métrica muito importante para os investidores, principalmente para aqueles preocupados com análise técnica.

De acordo com a Bloomberg, os investidores institucionais também estão de olho nos gráficos, os estrategistas do JPMorgan Chase estão fazendo um alerta de que essa queda pode ser um sinal de aviso de excesso de investimento em todo o criptomercado, ou seja, bolha.

Queda de dominância do Bitcoin é sinal de “espuma” no mercado

De acordo com os estrategistas esse é um sinal de “espuma” no mercado – quando temos um momento de fraqueza fundamental movida por uma alta de investidores especulativos.

O motivo para essa discrepância na métrica do Bitcoin pode estar diretamente ligada com os investidores varejistas procurando ganhos rápidos e, portanto, sem fundamentos.

De acordo com o fundador da DataTrek, Nicholas Colas, se a história do criptomercado se repetir, caso a dominância do Bitcoin caia para 40%, as altcoins podem ver uma “queda bem rápida”.

“Mesmo se você não investir no criptomercado, esse é um dado importante a ser rastreado. Com mais de US$ 2 trilhões investidos em moedas digitais, um resete consideravelmente mais baixo pode também impactar as ações no mercado tradicional.”

Para especialistas do JPMorgan, esse é um sinal muito similar com o que foi visto no final de 2017. Curiosamente, o momento vem também logo após uma grande alta do Bitcoin, assim como aconteceu em 2017, antes de uma das mais devastadoras quedas do mercado, mais de 80%.

Com uma quantidade cada vez maior de dinheiro entrando na indústria de criptomoedas, é possível que a dominância caia um pouco mais. Mas será que isso é uma consolidação das altcoins ou realmente um motivo para se preocupar?

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Robert Kiyosaki Imagem: Instagram

“Compre Bitcoin e Ethereum antes do maior crash da história”, alerta autor de “Pai...

Robert Kiyosaki, o autor do livro de finanças pessoais "Pai rico, Pai Pobre", insiste que as pessoas se protejam da maior crise do mundo,...
Elon Musk alerta sobre criptomoedas. Imagem: TMZ

Elon Musk pede agilidade para que Dogecoin faça melhorias

Após passar um tempo afastado das criptomoedas, esta semana Elon Musk voltou a se mostrar mais ativo no Twitter. Após a AMC divulgar estar...
Itajaí Moeda digital de recompensa

Itajaí vai dar moeda digital para quem contribuir com meio ambiente

O município de Itajaí, no estado de Santa Catarina, vai dar uma moeda digital para a população que contribuir com o meio ambiente. A novidade...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias