Elon Musk nega que CEO da FTX tenha participação no Twitter

E com toda a sua maturidade e eloquência, Musk respondeu que não só a notícia era falsa, como também o Business Insider não era uma publicação de verdade.

Com o recente crash da corretora FTX, Sam Bankman-Fried tem perdido amigos, com muitos nomes e empresas querendo se afastar de qualquer tipo de associação com o empresário.

O mais recente a negar qualquer ligação com SBF foi o dono do Twitter, Elon Musk, que negou a veracidade de um relatório que diz que fundador da FTX investiu US$ 100 milhões na aquisição do Twitter por Musk.

A notícia sobre o relatório começou a se espalhar a partir de uma publicação do Business Insider. A notícia tem como base um  relatório do site Semafor, que dizia que Musk convidou SBF a “transferir” suas ações do Twitter para a empresa, que logo se tornaria privada sob a propriedade de Musk.

O relatório aponta que SBF, como é conhecido Bankman-Fried, não injetou nenhum dinheiro no Twitter, mesmo tendo expressado a vontade de investir até US$ 10 bilhões na plataforma.

O que o Semafor indica é que o dinheiro “investido” por SBF no Twitter era de ações que ele já tinha sendo injetadas na empresa sob comando de Musk. A base do relatório é uma troca de mensagens por texto.

A notícia, feita com base no relatório da Semafor, foi então divulgada no Twitter, afirmando que “supostamente Sam Bankman-Fried possui US$ 100 milhões em ações no Twitter de Elon Musk.”

E com toda a sua maturidade e eloquência, Musk respondeu que não só a notícia era falsa, como também o Business Insider não era uma publicação de verdade.

“Falso. Alías, o Business não é uma publicação de verdade. Desistam”

No entanto, como ressaltado pelo Decrypt, no balanço da FTX que vazou no início deste mês, US$ 43 milhões em ações do Twitter estão listados como um dos ativos ilíquidos da empresa. 

Ou seja, enquanto US$ 100 milhões pode ser um exagero, a FTX (e consequentemente SBF) possuem alguns milhões investidos na plataforma de Musk.

Elon Musk diz que Sam Bankman-Fried “disparou o seu detector de mentiras”

Mensagens de texto que foram publicadas como parte do processo do Twitter obrigando Musk a prosseguir com sua oferta de aquisição mostraram que SBF e Musk foram apresentados em março por Will MacAskill, um professor de filosofia de Oxford que teria aconselhado SBF sobre o seu “altruísmo eficaz”.

Na época, Musk estaria buscando pessoas para ajudar com o investimento que ele precisava para comprar o Twitter. No entanto, o atual dono do Twitter afirmou que estranhou SBF desde a sua primeira conversa.

 “Eu conversei com ele por cerca de meia hora, e meu detector de mentiras estava na linha vermelha. Esse cara é cheio de besteira, essa foi a minha impressão.”, disse Musk.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias

Últimas notícias