FTX declara falência e CEO abandona cargo, bitcoin enfrenta queda

O maior mistério é o token FTT. Apesar do pedido de falência da FTX, o preço de seu token nativo ainda não chegou a zero. Negociado a US$ 2,70, ainda possui um valor de mercado total de US$ 972 milhões, sendo a 84ª maior criptomoeda.

Em comunicado postado em suas redes sociais nesta sexta-feira (11), a corretora FTX aponta que entrou com pedido de falência e que seu fundador, Sam Bankman-Fried, está abandonando o cargo de CEO.

O anúncio acontece após tentativas de saque em massa na última semana mostrarem que a corretora estava insolvente, como apontavam os rumores. Até mesmo a Binance anunciou a compra de sua rival, mas acabou desistindo após analisar as contas da empresa, deixando a FTX sem outra opção.

“As empresas do Grupo FTX iniciam voluntariamente o Processo [de falência] sobre o Capítulo 11 nos Estados Unidos, iniciando um processo ordenado para revisar e monetizar ativos em benefício dos investidores. Sam Bankman-Fried abandona [cargo de CEO].”

Na sequência, o comunicado aponta que o pedido também envolve a FTX US e outras 130 empresas afiliadas da FTX.

Como apontado anteriormente, Sam Bankman-Fried possuía um império na indústria e a quebra da FTX causou um efeito dominó no mercado, afetando o preço de todas as criptomoedas.

Agora, aqueles que tinham saldos na corretora devem esperar por um processo demorado para tentar reaver parte de seus investimentos, assim como aconteceu nos casos da Mt. Gox e, mais recentemente, da Cryptopia.

Mercado reage imediatamente

Com a notícia, o Bitcoin voltou a ser negociado abaixo dos US$ 17.000, após apresentar uma ligeira alta nesta quinta-feira (10) com dados da inflação americana acalmarem o mercado.

Outras criptomoedas, incluindo Ethereum, também voltaram a cair, mostrando que o contágio da FTX é grave e está abalando a confiança dos usuários.

Mercado de criptomoedas no vermelho novamente nesta sexta-feira (11).
Mercado de criptomoedas no vermelho novamente nesta sexta-feira (11).

O maior mistério é o token FTT. Apesar do pedido de falência da FTX, o preço de seu token nativo ainda não chegou a zero. Negociado a US$ 2,70, ainda possui um valor de mercado total de US$ 972 milhões, sendo a 84ª maior criptomoeda.

Por fim, muitos esperam que os efeitos da quebra da FTX estendam ainda mais o atual bear market que já dura mais de um ano. Entretanto, os mais otimistas estão vendo a queda como uma oportunidade de compra, afinal nada mudou no Bitcoin, que continua produzindo blocos a cada ~10 minutos.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias