Ark Invest mostra como Elon Musk está errado sobre o consumo de energia do Bitcoin

A empresa acredita que o Bitcoin vai acelerar a revolução da energia verde e se tornar "um fator positivo para o meio ambiente".

Siga no
Ark Invest. (Imagem: Reprodução / Twitter)
Ark Invest. (Imagem: Reprodução / Twitter)

As opiniões de Elon Musk sobre o consumo de energia do Bitcoin continuam sendo um dos principais pontos de interesse dos investidores, principalmente com a criptomoeda lutando para se recuperar da sua recente queda. Com isso em mente, vários analistas estão contestando a afirmação de Musk e alertando que sua opinião sobre o consumo de energia do processo de mineração da moeda digital está errada.

Em uma recente nota, a Ark Investment, uma das mais respeitadas empresas de gestão de fundos de criptomoedas, disse que Musk está enganado sobre o impacto ambiental que o Bitcoin tem, principalmente em relação ao uso de energia gerada pela queima de combustíveis fósseis.

A empresa afirma que “as preocupações de Musk sobre o consumo de energia do Bitcoin estão equivocadas.” 

Para a gestora de fundos, ao contrário do que a maioria das pessoas estão pensando, o impacto da mineração do Bitcoin é positivo para o meio ambiente. 

“Usando dados do mundo real, nós demonstramos como a mineração poderia impactar a quantidade de energia renovável que vai para a distribuidora elétrica ao transformar recursos intermitentes de energia em carga de base através do armazenamento de energia.”

A empresa acredita que o Bitcoin vai acelerar a revolução da energia verde e se tornar “um fator positivo para o meio ambiente”.

O estudo da qual a Ark Investment se refere foi lançado no mês passado, desenvolvido junto com a Square, onde é mostrado que a mineração de Bitcoin é uma das forças que levam a adoção maior das energias renováveis e mais baratas, consequentemente deixando a pegada de carbono do Bitcoin menor do que Musk acredita.

Curiosamente, Elon Musk reagiu a esse estudo quando ele foi lançado. Jack Dorsey compartilhou o post da Square, dizendo que “O Bitcoin incentiva o uso de energia renovável”. Elon Musk então respondeu com “Verdade.” 

O Bitcoin é usado para gerar incentivo monetário para um desperdício menor de energia, com empresas utilizando sobras de gás natural para minerar Bitcoin, ou então usando sobra do gás liquefeito de petróleo que outrora seria desperdiçado para energizar mineradoras.

A mineração da moeda digital ainda tem muito o que se desenvolver e com certeza a questão energética é algo que chegará em um resultado mais satisfatório.

A questão é que Musk parece estar usando a sua influência para manipular o preço do mercado (tanto do Bitcoin quando da Dogecoin) e não apenas por preocupação com energia gasta ou queima de combustíveis fósseis.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

NFT pode “matar” o Bitcoin? Qual a relação entre ambos?

É provável que muita gente conheça os NFTs, regularmente confundidos com “arte digital”. A ação ganhou força após Stephen Curry, astro da NBA, e...
Plataformas NFT e Ethereum empresas

Empresas listadas na bolsa apostam no mercado de NFT

O crescimento do mercado de NFTs tem quebrado barreiras mais rápido do que outros recursos relacionados a blockchain. Hoje até mesmo grandes empresas, listadas...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

Mineradores brasileiros comentam banimento de Bitcoin pela China

A proibição de Bitcoin pela China nos últimos dias abalou o mercado, com muitas pessoas ficando preocupadas com isso, menos dois mineradores brasileiros que...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias