Elon Musk não quer integração de Dogecoin com Ethereum

Bilionário acredita que isso não é necessário para moeda meme.

Mão segurando Shiba Inu, Ethereum e Dogecoin
Mão segurando Shiba Inu, Ethereum e Dogecoin

Para o futuro da Dogecoin, Elon Musk não acha necessário que a moeda meme se integre com o Ethereum e seu crescente ecossistema Web3. Assim, o bilionário espera que a comunidade siga tornando a moeda um meio de pagamento em lojas pelo mundo, ou aumente sua adoção como doação.

A Dogecoin é uma criptomoeda que surgiu como meme em sua fundação, visto que sua comunidade achava o Bitcoin sério demais. E como meme, essa evoluiu no gosto popular nos últimos anos, alcançando até a atenção do homem mais rico do mundo, que hoje dá pitacos sobre a evolução do projeto.

Elon Musk diz que a DOGE é a sua moeda favorita e tem levado sua tecnologia a evoluir. Vale lembrar que antes do bilionário chegar ao ecossistema, o desenvolvimento do projeto ficou parado por alguns anos.

Elon Musk não acha necessário integrar a Dogecoin com Ethereum

A comunidade Dogecoin está empolgada em dar mais utilidade para a moeda, atraindo mais usuários para sua rede. Para isso, o criador da moeda, Billy Marcus, traçou alguns objetivos que poderiam ser cumpridos em breve.

Segundo ele, para que a Dogecoin “caia no gosto popular”, seria necessário dar enfase em três características, sendo uma delas o suporte para que mais empresas aceitem DOGE como meio de pagamento.

Em segundo lugar, Billy, que é conhecido como “Shibetoshi”, disse que a moeda meme poderia ser utilizada como gorjetas pela internet. Por fim, ele acredita que uma ponte para ligar a Dogecoin com o Ethereum seria interessante para permitir que o meme entre na web3.

“Coisas que adicionam utilidade ao Dogecoin: 1) empresas que aceitam doge – quanto mais puder ser usado como moeda, melhor; 2) usando doge como moeda de gorjeta – o caso de uso mais puro que traz felicidade; 3) ponte dogecoin/ethereum – permite que o doge seja usado com web3”.

Contudo, a ideia não foi totalmente aceita por Elon Musk, que apesar de ser um “influencer da Dogecoin” não tem um papel de decidir sozinho o que será ou não feito. De qualquer forma, ele acredita que não é necessário integrar a Dogecoin com o Ethereum, sendo o mais importante tornar essa uma moeda para empresas.

“O primeiro definitivamente, o segundo é bom ter e o terceiro não é necessário”.

No passado recente, Elon Musk criticou em várias oportunidades o setor Web3, impulsionado principalmente na rede Ethereum.

Maior concorrente da Dogecoin, Shiba Inu tem DeFi

Ainda que a Dogecoin não tenha planos concretos de se ligar a Web3, sua principal concorrente no setor de moedas meme, a Shiba Inu, corre contra o tempo para criar mais soluções neste setor.

No entanto, assim como a Web3, Elon Musk não gosta da Shiba Inu e já afirmou que não tem esse token da rede Ethereum. No caso dessa moeda, seria difícil ver ela sendo utilizada como moeda como Musk deseja, visto que as taxas da rede Ethereum dificultariam a viabilidade.

O criador da Dogecoin ainda argumentou com Musk que a Web3 poderia ser uma nova funcionalidade para se gastar com DOGE, como itens virtuais, por exemplo. Ou seja, a ideia de criar uma ponte entre a Dogecoin e Ethereum não foi totalmente descartada, devendo a comunidade decidir seu futuro e solução prática.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias