Empresa com “filial” no PR que promete 52% de lucro ao mês é fraude, diz site

Portal BehindMLM, que faz denúncias sobre golpes, acredita que a suposta pirâmide financeira é gerida por um brasileiro.

-

Siga no

O site norte-americano BehindMLM, conhecido por denunciar esquemas de pirâmide financeira, “apontou o dedo” para mais um suposto esquema ponzi brasileiro.

De acordo com o portal, a empresa MoneyMaking – supostamente sediada no Panamá e com filial em Cambé, no Norte do Paraná – “é simplesmente mais um esquema ponzi”.

Em seu site oficial, a empresa afirma ser “uma plataforma para cooperação automatizada entre investidores e empresários de diferentes categorias em todo o mundo, que apoia não apenas meios tradicionais de pagamento, mas também sistemas de pagamentos eletrônicos e moedas criptográficas”.

O que a empresa com filial no PR oferece?

Conforme as informações publicados no BehindMLM, a MoneyMaking oferece pacotes de investimentos que vão de US$ 1 (R$ 5,17) a US$ 50 mil (R$ 258 mil).

Esses pacotes estariam atrelados a supostos lucros de até 52% ao mês.

Os rendimentos surreais, ainda de acordo com o site, seriam supostamente gerados por meio de algoritmos, blockchain, criptomoedas e inteligência artificial.

“Em outras palavras, um tipo esquema ponzi nonsense”, informou o Behind MLM.

Como é de praxe nos esquemas de pirâmide financeira, a empresa também trabalha com indicações. Quem consegue convencer alguém a entrar no esquema ganha comissões que vão de 1% a 8%.

CEO do suposto esquema ponzi com filial no Paraná pode ser ator

A MoneyMaking é aparentemente nova. O primeiro post do negócio no Facebook foi feito em abril deste ano. Já no YouTube há apenas dois vídeos.

Um desses vídeos, publicado no final de junho, é apresentado pelo suposto CEO da MoneyMaking, identificado como Eduina Rojas de Gonzalez.

Suposto CEO da MoneyMaking, Eduina Rojas de Gonzalez. Reprodução/YouTube

De acordo com a filmagem, Gonzalez supostamente vive no Panamá. No entanto, nenhuma outra informação sobre Gonzalez é divulgada, como a cidade exata onde ele reside.

Além disso, não há nada na internet e nas redes sociais sobre o suposto CEO. “Provavelmente é um ator”, informou o BehindMLM.

Site diz que esquema ponzi pode ter sido montado por brasileiro que vive no interior do Paraná

Além do vídeo do suposto CEO, o canal da MoneyMaking no YouTube tem outro material. Nele, aparece o “divulgador oficial” da empresa, que afirma chamar Rodrigo Kaito.

“Divulgador oficial” da empresa, identificado como Rodrigo Kaito. Reprodução/YouTube

Apesar de se identificar como Kaito, o nome verdadeiro dele é Rodrigo Kawamura, ainda de acordo com o site norte-americano.

Conforme o perfil de Kawamura no Twitter, publicado no BehindMLM, o “divulgador oficial” da MoneyMaking gosta de “futebol, MMA, metal, engenharia, blockchain e trading”.

Ainda de acordo com o Twitter, Kawamura vive em Cambé, no norte do Paraná. O município tem cerca de 100 mil habitantes, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No Twitter, segundo o BehindMLM, Kawamura costuma promover outros esquemas ponzi associados a criptomoedas.

O site norte-americano acredita que o próprio paranaense é o responsável pela MoneyMaking. “Chame-me de cínico, mas eu acho que Kawamura está executando o negócio”, escreveu.

A reportagem não conseguiu localizar Kawamura para comentar a denúncia.

Saiba tudo sobre:
Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Lucas Marins
Lucas Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).
Poupança

Idoso colocou poupança em criptomoeda

O tema DeFi está em alta em 2020, com algumas inovações sendo destaque com criptomoedas ligadas a Ethereum. Chamou atenção nos últimos dias para...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Hackers roubam R$ 9.2 milhões em ataque de 51% ao Ethereum Classic

Através de um ataque de 51% contra a rede do Ethereum Classic (ETC), hackers conseguiram fazer um gasto duplo de cerca de 238,306 ETC,...
Blockchain do Bitcoin descentralizada

Economista brasileiro acredita no Bitcoin como moeda

Para um economista brasileiro, que acredita na tecnologia do Bitcoin, o BTC é mais que um ativo. De acordo com ele, ao cumprir a...