Empresa brasileira que promete lucro de até 220% ao ano pode ser pirâmide, diz site

De acordo com o portal, os rendimentos exorbitantes de até 18% ao mês em cima de aportes financeiros, além da falta de informações sobre os serviços ofertados, levantam suspeitas.

-

Siga no
Intensive Live promete lucro de até 220% ao ano. Imagem: Reprodução/Facebook
Anúncio

A Intensive Live, empresa com sede em São Paulo que afirma atuar com  marketing multinível e locação de carros, tem indícios de ser um esquema Ponzi.

A suspeita foi publicada nesta quinta-feira (16) pelo BehindMLM, site norte-americano que denuncia supostos esquemas de pirâmide financeira espalhados pelo mundo.

De acordo com o portal, os rendimentos exorbitantes de até 18% ao mês em cima de aportes financeiros, além da falta de informações sobre os serviços ofertados, levantam suspeitas.

Anúncio

O fato de a empresa não ter registro na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), ainda conforme o site norte-americano, também é um indício de possível fraude. O Livecoins consultou o site da CVM, mas não encontrou os nomes da empresa e de seus sócios.

Além disso, a reportagem também ligou para o telefone da Intensive Live, disponibilizado no Facebook. O número, no entanto, é inexistente. Caso a empresa queira entrar em contato e comentar a denúncia, esta matéria será atualizada.

CEO da empresa brasileira que promete lucro surreal diz ser coach e palestrante

A Intensive Live afirma que foi fundada em 2017. Em seu site, informa ter sedes em São Paulo, no Brasil, em Orlando, nos Estados Unidos, e em Santa Cruz da Serra, na Bolívia.

O negócio, segundo seu site e suas redes sociais, atua com locação de veículos e marketing multinível. Contudo, não são divulgadas informações sobre quantos automóveis a empresa tem, onde eles estão e como funciona o serviço exatamente.

O CEO do negócio é o brasileiro Max Bispo (ele também usa o nome de Maxi Bispo). No Instagram e no Facebok, ele diz ser empresário, líder de marketing multinível, palestrante e coach de PNL (Programação Neurolinguística).

Além da Intensive Live, ele diz tocar outra empresa da área de tecnologia, chamada IDW Company.

Max Biscpo, CEO da empresa brasileira que oferece 220% ao ano em cima de aportes financeiros.
Max Bispo, CEO da Intensive Live. Reprodução/Facebook

Empresa brasileira promete lucro de 18% ao mês; pacote básico custa R$ 1,6 mil

Em um plano de negócios divulgado no YouTube, Bispo promete rendimentos de até 18% ao mês – 220% ao ano – a quem topar fazer parte da empresa.

Os pacotes vão de US$ 300 (R$ 1,6 mil) a US$ 3 mil (R$ 16 mil). Confira abaixo as supostas opções de investimentos oferecidas pela empresa:

  • Mestre – invista US$ 300 e receba US$ 60 por mês por 12 meses (US$ 720)
  • Conservador – invista US$ 600 e receba US$ 120 por mês por 12 meses (US$ 1.440)
  • Moderado – invista US$ 1.800 e receba US$ 360 por mês por 12 meses (US $ 4.320)
  • Agressivo – invista US$ 3.000 e receba US$ 800 por mês por 12 meses (US $ 9.600)

Comissão, recrutamento e bônus

Como é de praxe em negócios de marketing multinível e em casos de supostos esquemas de pirâmide financeira, a empresa também trabalha com estrutura binária. Há comissões e bônus por indicações.

De acordo com a denúncia do BehindMLM, a pessoa que recruta um filiado Master, por exemplo, recebe US$ 30 (R$ 160). Já se o membro do esquema convence alguém a comprar um pacote Agressivo, pode colocar mais US$ 300 (R$ 1,6 mil) no bolso.

Empresa também oferece prêmios

A Intensive Live também oferece prêmios às pessoas. Mas, para ter direito a algo, é preciso atrair novos membros para investir dinheiro no negócio. Quanto mais gente, melhor o presente.

Conforme o plano de negócios disponibilizado no YouTube, entre as premiações há cruzeiros, viagens para Europa e até uma BMW Z4.

Um dos supostos prêmios oferecidos pela empresa brasileira que promete pagar 220% ao ano é um cruzeiro.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Lucas Marins
Lucas Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...
Pantanal pegando fogo queimadas bitcoin

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...

Últimas notícias

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...

Ex-líderes da Genbit, suspeita de pirâmide financeira, abrem novas empresas

Antigos líderes da Genbit, empresa acusada de sumir com R$ 1 bilhão dos investidores, lançaram novas empresas no Brasil. O objetivo dos negócios, segundo comunicado...