Provedor de internet em São Paulo sofre ataque hacker que pede Bitcoin

Extorsão com DDoS. "Nova modinha dos 'hackers'"

Siga no
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin

Uma empresa de São Paulo, provedora de internet, recebeu mensagens de um hacker pedindo Bitcoin (BTC) para parar os ataques. Desde o dia 10, a Infovale Telecom tem recebido ataques DDoS (Ataque de Negação de Serviço).

Os clientes da empresa, com sede na cidade de Registro, interior de São Paulo com cerca de 60 mil habitantes, também sofrem com o caso. Ao passo que tenta restaurar os serviços, a Infovale ainda não conseguiu mitigar os ataques.

Além disso, a empresa afirmou que sua equipe de segurança digital detectou o alvo dos ataques. O caso já registrado em duas polícias de esferas diferentes.

Empresa de internet sofre ataque hacker com Cyber Extorsão solicitada em Bitcoin

Vários modelos de ataques cibernéticos, conduzidos por hackers, tem solicitado Bitcoin como pagamento. Um dos motivos seria a facilidade em transacionar a moeda pela internet para depois utilizá-la.

O novo alvo no Brasil foi a empresa de internet Infovale Telecom, que tem sofrido com um hacker que pede Bitcoin como pagamento. Para que a empresa tenha seus serviços restaurados, deverá pagar 0.15 BTCs ao hacker, ou seja, R$ 4,400 no preço atual do Bitcoin.

De acordo com o Registro Diário, a Infovale Telecom chegou a receber e-mails do pirata da internet. Além disso, a cyber extorsão teve o envio de uma mensagem no Whatsapp comercial da Infovale, solicitando o pagamento em até 24 horas. Contudo, caso a empresa não pagasse no prazo estipulado, seria acrescido 0.02 BTCs por dia, ou seja, cerca de R$ 600,00.

Bitcoin ddos pedido
Imagens: Registro Diário

Ao Registro Diário, a empresa informou que seus técnicos de segurança já estavam buscando uma solução. Em outro ponto, a empresa afirmou que o alvo era o backbone da rede, ou seja, a espinha dorsal da Infovale teria sido atingida.

Caso foi registrado na Polícia Civil e Federal

O hacker que pediu Bitcoin para a empresa de internet se identificou como Angrep DDoS. Na tradução literal do norueguês para o português, significa “Ataque DDoS”.

Entretanto, o caso foi registrado na Polícia Civil de São Paulo e na Polícia Federal Brasileira. Com isso, apesar do hacker utilizar uma identificação norueguesa, a Infovale tenta identificar a origem dos ataques.

Além disso, informou que o valor solicitado em Bitcoin pelo hacker não será pago. A Infovale Telecom afirmou que até medidas jurídicas estão sendo tomadas quanto ao caso.

Os clientes podem estar sendo afetados pelo problema, uma vez que o ataque DDoS prejudica a distribuição de internet. Com isso, a distribuição, por exemplo, pode ficar mais lenta. A empresa afirmou estar buscando uma solução o mais rápido possível, com boa parte do ataque já mitigada.

O endereço de Bitcoin informado pelo hacker já processou mais que 1.6 BTCs. Entretanto, todo o valor já teria sido movido para outros endereços.

A reportagem do Livecoins entrou em contato com a Infovale Telecom para buscar informações sobre o andamento da resolução de problemas. Até o momento ainda não respondeu ao contato.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Mulher com aplicativo de Bitcoin comprar e vender

Ex-presidente da CVM faz alertas sobre compra de Bitcoin por empresas de capital aberto

A compra de criptomoedas por grandes empresas continua a chamar atenção do mercado financeiro, com algumas se questionando se elas podem ou não comprar...
Empresa Suzano Celulose

Suzano manda oficiar corretoras de criptomoedas em processo na justiça

Em um processo que corre na justiça desde 2018, movido pela Suzano Papel e Celulose S/A, a justiça mandou oficiar algumas corretoras de criptomoedas....
Mercado Bitcoin

Volume do Mercado Bitcoin cresce e corretora pode abrir capital na bolsa

O volume de negociações de uma das maiores corretoras de criptomoedas do Brasil, o Mercado Bitcoin, cresceu 862% no mês de abril quando comparado...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias