Empresas chinesas anunciam banimento de NFTs

Grandes empresas saem contra o termo NFT e implementarão banimentos.

NFT na bandeira da China
NFT na bandeira da China

Grandes empresas chinesas anunciaram que vão banir os NFTs de suas plataformas, sendo este o mais novo capitulo contra o mercado de criptomoedas no país. Desde 2021, o governo do Partido Comunista Chinês determinou que o setor não tem permissão para funcionar no território.

Dessa forma, várias empresas que mineravam bitcoin e demais criptomoedas no país tiveram que sair as pressas. Além disso, companhias que permitem negociações também estão proibidas de operar.

Assim, ficou claro que no território da maior população dentro de um país, as criptomoedas são um tema perigoso, com empresas privadas demonstrando terem entendido o recado.

Empresas chinesas vão banir NFTs de suas plataformas, mesmo sem lei exigir isso

Com a pressão sobre o mercado de criptomoedas crescente, a população já viu várias medidas serem tomadas por empresas do país para conter os avanços desse tema. Em junho, por exemplo, a maior rede social da China afirmou que banirá contas que falam sobre criptomoedas e NFTs, mostrando que a censura contra os termos segue em alta no país.

Agora, outras empresas grandes de tecnologia já demonstram seu apoio aos banimentos, como a Tencent, Ant Group, entre outras mais, que anunciaram na Associação da Indústria Cultural da China as novas medidas.

Embora os participantes dessas empresas não queiram mais trabalhar com NFTs, eles declararam apoio total à tecnologia blockchain como meio de preservar registros seguros das coleções digitais. Entre as garantias que eles esperam é que o trabalho dos autores sejam reconhecidos e o direito digital dos mesmos sejam reconhecidos.

Na China, embora os colecionáveis digitais tenham uma definição e funcionamento diferente dos NFTs, esse não é um mercado que empolga investidores, sendo considerado de baixa liquidez. Mesmo assim, chamar um ativo digital de NFT no país passa a ser uma prática proibida e cada vez mais restrita.

Colecionáveis digitais pode, NFTs não

De acordo com a Associação da Indústria Cultural da China, é permitido que a população tenha colecionáveis digitais. Contudo, NFTs são produtos financeiros segundo a visão dessa associação, o que não faria sentido para a realidade do país.

“Ao contrário da maioria das plataformas estrangeiras que aplicam a tecnologia NFT como produtos financeiros, as coleções digitais nacionais são mais consideradas como a categoria de criação cultural digital.”

Dessa forma, fica claro que no entendimento das empresas privadas da China, plataformas de NFTs são proibidas e devem ser desincentivadas. Nos últimos dias, uma plataforma de NFTs no país anunciou a suspensão de suas atividades por temer represálias.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias