“Era do gelo das criptomoedas” – Nassim Taleb diz que queda das criptomoedas não terá fim

Segundo taleb, a tal era do gelo das criptomoedas causará extinção de algumas empresas de criptomoedas e também de vários tokens.

Nassim Taleb
Nassim Taleb

Nassim Taleb voltou a falar sobre a queda das criptomoedas – para o autor do best-seller “Cisne Negro”, o período de queda do mercado de criptomoedas pode durar “para sempre”. Segundo o economista, a palavra “inverno das criptomoedas” engana os investidores.

Taleb foi ao Twitter para falar sobre o estado atual do mercado, que muitos na indústria estão chamando de inverno das criptomoedas. De acordo com Taleb, quando as pessoas falam sobre o inverno, se referem a um período curto seguido de outra estação mais quente. No entanto, no setor de criptomoedas, essa expressão assume um significado completamente diferente, diz Taleb.

O economista falou sobre o inverno das criptomoedas que ocorreu em 2018 e durou mais de um ano, não vários meses. Agora, segundo Taleb, a crise pode se arrastar por muito tempo e, posteriormente, tornar-se uma “era do gelo” para o mercado de criptomoedas.

Inverno das criptomoedas

As criptomoedas são extremamente voláteis. As altas são frequentemente seguidas por grandes quedas. Quando uma queda no preço acontece por tempo prolongado, muitas vezes é chamado de inverno das criptomoedas. O termo surgiu no Bitcoin Talk anos atrás, quando o bitcoin enfrentou suas primeiras quedas.

O primeiro inverno das criptomoedas (não oficial) aconteceu em 2011 e, naquela época, o preço de um único bitcoin atingiu US$ 1,05. Mas logo depois, caiu para US$ 0,67. A queda de quase 40% no valor foi suficiente para alguns críticos declararem a criptomoeda morta. Exatamente como acontece agora.

Avançando para o início de fevereiro de 2018, o preço do Bitcoin caiu cerca de 65%. E quase todos as criptomoedas seguiram a queda. O primeiro inverno das criptomoedas “oficial” colocou fim no sonho de muitos investidores, já que o mercado de criptomoedas caiu cerca de 80% dos máximos no final de 2017.

Agora, em 2022, o mercado de criptomoedas está enfrentando um novo inverno, com o mercado de cripmoedas tendo caido mais de 60% em uma queda que se arrasta por 6 meses.

Para Taleb, que é um dos maiores criticos do bitcoin, o inverno atual deve ser considerado uma era do gelo.

Era do gelo das criptomoedas

Taleb afirmou que o transitório inverno das criptomoedas pode se transformar em uma “era do gelo”, referindo-se ao período da história em que as geleiras cobriram grandes partes do planeta por cerca de 11.500 anos.

Segundo taleb, a tal era do gelo das criptomoedas causará extinção de algumas empresas de criptomoedas e também de vários tokens.

“A expressão jornalística “Inverno das criptomoedas” é altamente enganadora; implica sazonalidade e, talvez pior, uma reversão a alguma tendência. Não, o inverno das criptomoedas pode não ser transitório, e o que você chama de inverno pode se transformar em uma era glacial permanente e inevitável, repleta de extinções.”

Empresas como Terra(Luna), Celsius, Three Arrows Capital (3AC), Coinbase, CoinFLEX e várias outras plataformas estão com problemas devido à desaceleração do mercado de criptomoedas. Grandes empresas de criptomoedas, como BlockFi, Coinbase e Gemini, demitiram uma parte significativa de seus funcionários.

As plataformas estão recorrendo a medidas extremas, incluindo a suspensão de depósitos e saques.

Assim, todos os sinais de um típico inverno das criptomoedas já estão aqui. O Bitcoin, a maior criptomoeda do mundo, caiu mais de 70% em relação à sua máxima histórica, mas alguns acreditam que o nível de US$ 17.600 pode não ser a mínima máxima no atual ciclo de baixa.

O bitcoin conseguiu se recuperar parcialmente da recente queda, atualmente sendo negociado um pouco acima do nível de US$ 21 mil. No entanto, contínua com tendência de queda no curto prazo, o que pode desencadear uma crise sem precendentes em todo o mercado.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Últimas notícias