Essas duas criptomoedas podem subir e o mercado já espera por isso

Siga no

O mercado de criptomoedas espera por um grande momento de valorização. Esse momento é aguardado há mais de um ano, desde quando os principais ativos digitais entraram em queda. Dentre as várias criptomoedas com grandes chances de valorização, duas delas já são aguardadas pelo mercado, confira:

Maker (MKR)

Os últimos três meses revelaram um momento promissor para o mercado de criptomoedas. Vários ativos digitais puderam crescer em dias de completa valorização para a maioria das criptomoedas. Esse movimento foi observado em diversas ocasiões nos últimos meses.

No caso do Maker (MKR), a criptomoeda está em uma corrida de valorização desde o início de 2019. Especialistas preveem que a altcoin deverá chegar em US$ 1.000 nos próximos meses. Sendo assim, o Maker (MKR) poderá subir mais de US$ 300, mantendo o posto da segunda criptomoeda mais cara do mercado, atrás apenas do Bitcoin (BTC).

Atualmente o preço dessa criptomoeda está sendo cotado em US$ 717.37. Por outro lado, o Maker (MKR) começou o ano com um preço de cerca de US$ 450.

Basic Attention Token (BAT)

O Basic Attention Token (BAT) é um token voltado para um navegador de internet criado em um sistema monetizado. Antes da queda do final de 2018, a altcoin estava sendo especulada em US$ 1. Nesse período, muitos investidores apostaram nesse crescimento da BAT. Porém, a criptomoeda caiu junto com o mercado todo no último trimestre do ano passado.

Em março de 2019, a BAT demonstrou um surpreendente vigor no mercado. Em uma movimentação crescente, essa altcoin viu seu preço explodir de cerca de US$ 0,11 para quase US$ 0,30.

O movimento impulsionou a Basic Attention Token (BAT) no mercado, demonstrando que a criptomoeda poderá voltar a crescer vertiginosamente.

Em uma aposta para o futuro dessa criptomoeda, a Basic Attention Token (BAT) poderá voltar a sonhar com o valor de US$ 1. Desse modo, esse aumento representa uma valorização de mais de duas vezes em relação ao valor atual da BAT no mercado.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Bitcoin em cima de uma pilha de dólares

Polícia Civil encontra Bitcoin em transações de traficantes e milícias

A polícia civil do Rio de Janeiro encontrou Bitcoin em transações financeiras de organizações criminosas (orcrims). A informação é de um jornalista do jornal...

Bilhões estão saindo do ouro e indo para o Bitcoin

Toneladas de ouro foram retiradas dos ETFs enquanto o preço do bitcoin estava subindo ao longo de 2020, mostrando uma correlação impressionante entre os...
UniSwap-arte

Defi chega a um milhão de usuários em todo mundo

As Finanças descentralizadas (DeFI) ultrapassaram um milhão de usuários apenas alguns meses depois de ganhar força em meados deste ano. O mercado cresceu 5...

Últimas notícias

Bilhões estão saindo do ouro e indo para o Bitcoin

Toneladas de ouro foram retiradas dos ETFs enquanto o preço do bitcoin estava subindo ao longo de 2020, mostrando uma correlação impressionante entre os...

Defi chega a um milhão de usuários em todo mundo

As Finanças descentralizadas (DeFI) ultrapassaram um milhão de usuários apenas alguns meses depois de ganhar força em meados deste ano. O mercado cresceu 5...

“Perdi amigos porque vendi Bitcoin”, diz cypherpunk brasileiro

De acordo com Avelino Morganti, um cypherpunk brasileiro, a comunidade bitcoin reagiu mal a sua saída do mercado. Ele relatou que até perdeu amigos...