Coronavírus: EUA consideram criar “dólar digital” para estimular economia

Os "dólares digitais" existiriam em uma "carteira digital", mantida por um banco do Fed em nome de qualquer pessoa

Siga no

Para tentar conter os estragos que o coronavírus está causando no mercado mundial, vários países estão propondo ações para tentar blindar suas economias.

O mundo está de olho principalmente nos passos que os EUA estão tomando. Isso acontece, sobretudo, pelo fato de que esta é uma das nações mais ricas do planeta.

E entre as várias medidas que o governo norte-americano tem tomado para minimizar os impactos da doença nas finanças, é abrir espaço para a possibilidade de usar dólar digital.

Trata-se de uma proposta apresentada pelo Comitê Democrático da Câmara dos EUA. Além de digitalizar a moeda, a ideia também inclui criar uma carteira virtual para armazenar os dólares.

A lógica é a mesma utilizada pelas criptomoedas e seu armazenamento de dados por meio da tecnologia blockchain. Assim, caso o plano seja colocado em prática, isso pode sinalizar um interesse crescente dos norte-americanos com a estratégia de digitalizar ativos.

A democrata Nancy Pelosi foi a responsável por apresentar a proposta. De acordo com ela, a expectativa é de que o “dólar digital” seja uma alternativa diante da crise enfrentada pelo país.

Presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi. Imagem: Flickr
Presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi. Imagem: Flickr

Ela destaca que tanto a Lei de Responsabilidade pelos Trabalhadores e Famílias quanto a Lei de Proteção e Assistência Financeira para Consumidores, Estados, Negócios e Populações Vulneráveis ​​dos EUA estariam asseguradas com essa medida.

Como funcionaria a estratégia dos democratas

Se a ideia fosse aprovada, o dólar digital funcionaria por meio do lançamento de contábeis digitais. O dinheiro seria registrado como passivos nas contas do fundo de reserva do país.

O ativo também estaria disponível em qualquer unidade eletrônica de valor por uma instituição financeira elegível.

A solução possibilitaria a realização de transações financeiras por carteiras digitais, vinculadas a contas virtuais nominais, tanto de pessoas quanto de entidades.

Esta medida beneficiaria todos os cidadãos elegíveis a ela. Caso aprovado, o dólar digital exigirá que todos os bancos que o distribuam tenham uma carteira digital.

Assim, essa medida se aplicaria tanto a entidades associadas ao Federal Reserve (FED), quanto bancos menores, como os estaduais.

Além disso, o serviço postal dos EUA ajudaria as pessoas não elegíveis a contar com este recurso, por meio de uma conta digital em dólar e caixas eletrônicos específicos.

Analistas acreditam que o dólar digital melhoraria a resiliência econômica do país no futuro. Porém, é importante que o governo não deixe de implantar fundos críticos de emergência durante a atual crise.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Jeferson Scholz
Jornalista. Escrevi dois artigos acadêmicos publicados no congresso de comunicação INTERCOM, e fui diretor do documentário universitário "Planeta dos Desmortos - O Mito Zumbi".
Criptomoedas Bitcoin e Ethereum

Aceleradora de franquias começa aceitar Bitcoin e Ethereum como pagamento

A aceleradora de franquias 300 Franchising agora aceita Bitcoin e Ethereum como meio de pagamento. Com a chegada da empresa, o cenário no Brasil...
Mão segurando Bitcoin em pilha de moedas

‘Barão do Bitcoin’ fará workshop sobre criptomoedas

Com o desempenho do Bitcoin ao longo dos anos muita gente passou a ter interesse na possibilidade de investir na criptomoeda, mas por onde...
BLOCKCHAIN

Entidade ligada ao Conselho Federal de Engenharia contrata serviço em Blockchain por R$ 1,63...

A Mútua de Assistência dos profissionais do CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) contratou por R$ 1.634.000,00 a empresa Ágile Corporation para fornecer...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias