ex-CEO da BitMEX se entrega às autoridades

Os outros dois co-fundadores da BitMEX, Ben Delo e Samuel Reed, já se renderam às autoridades americanas. 

Siga no
Arthur Hayes
Arthur Hayes

O ex-CEO da corretora de criptomoedas BitMEX, Arthur Hayes, se entregou às autoridades americanas. Como já era esperado, Hayes chegou ao Havaí vindo de Cingapura e foi levado a um juiz federal em Honolulu. Sob os termos de um acordo, ele foi libertado após pagar fiança de US $ 10 milhões.

Hayes vinha negociando com o governo dos Estados Unidos nos últimos meses e concordou em se render em 6 de abril.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos e a Commodity Futures Trading Commission (CFTC) indiciaram Hayes como réu em dois processos judiciais no ano passado.

De acordo com os processos, as autoridades alegaram que a BitMEX conscientemente forneceu aos investidores de varejo nos Estados Unidos acesso a opções ilegais e negociações com  alavancagem.

A plataforma também falhou ao implementar verificações de usuários adequadas, o que é uma violação da Lei de Sigilo Bancário.

As autoridades dos EUA entraram com ações contra Hayes e dois outros co-fundadores da BitMEX há seis meses. Entre outras coisas, eles são encarregados de contornar requisitos que obrigam os prestadores de serviços do setor financeiro a usar mecanismos de combate à lavagem de dinheiro.

Um advogado do ex-CEO da BitMEX disse: “Arthur Hayes é erroneamente acusado de crimes não cometidos por ele. Ele apareceu voluntariamente no tribunal e está esperando a oportunidade de contestar essas acusações infundadas.”

Também acusado no caso é o primeiro funcionário da BitMEX, Gregory Dwyer. Ele permanece livre. “Estamos em contato com as autoridades em nome de Dwyer e as informamos sobre seu paradeiro”, disse um porta-voz do réu. “Eles também sabem que ele pretende se defender em tribunal contra essas acusações infundadas de todas as maneiras possíveis.”

Os outros dois co-fundadores Ben Delo e Samuel Reed, já se renderam às autoridades americanas.

Reed foi preso em Massachusetts após a acusação, mas foi libertado sob fiança. Delo se rendeu às autoridades no mês passado, viajando do Reino Unido para os EUA para se render voluntariamente.

O co-fundador se declarou inocente e mais tarde foi libertado sob fiança de US $ 20 milhões.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Bitcoin ganha novo impulso de alta e supera US$ 34 mil, entenda

O Bitcoin continua a se recuperar de sua queda no início da semana após várias empresas darem sinais que estão correndo para apostar no...
dolar rasgado e Bitcoin. Imagem: ShutterStock

Valor total de transações com bitcoin em 2021 deve superar PIB dos EUA

Pela primeira vez em menos de sete meses, o volume total de transferências com bitcoin ultrapassou US $ 15,8 trilhões. Como resultado, o volume...
CEFI vs DEFI

DeFi vs CeFi: Finanças Centralizadas vs Finanças Descentralizadas

Finanças descentralizadas (DeFi) são uma das fatias mais cobiçadas da indústria de blockchain hoje, mas a ideia em si tem origens muito mais humildes. Na verdade,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias