Executivo de criptomoeda se revolta com Binance por deslistar moeda

Rede da criptomoeda deixou de ser própria recentemente, migrando para Solana. Não está claro se isso tem relação com a deslistagem em massa dos pares de negociação.

Um executivo da Fundação Helium, que cuida da criptomoeda Helium (HNT), se revoltou com a deslistagem em massa promovida pela Binance, se mostrando surpreso com a maior corretora do mundo “acabar com a liquidez do projeto”.

Desde o anúncio da Binance no último dia 6 de outubro, o preço da HNT caiu de US$ 5,6 para US$ 4,6, ou seja, 17% de desvalorização.

A novidade pegou de surpresa o ecossistema Helium, que atravessa uma dura fase nos últimos meses, após seu token principal despencar 91% em 11 meses. A baixa do projeto já preocupa investidores.

Binance promove deslistagem em massa da Helium

Na próxima sexta-feira (14), a Binance removerá alguns dos principais pares de negociação da Helium em sua plataforma, sendo os HNT/BTC e HNT/USDT nas negociações a vista.

Além disso, nos pares com alavancagem os traders perderão acesso ao HNT/BUSD e HNT/USDT, que permitiam exposição de até 3 vezes a posição inicial e que já serão deslistados na próxima quarta-feira (12).

O único par a não ser removido então será o HNT/BUSD, que por pouco não perdeu todo o suporte da maior corretora do mundo, que eliminou 4 de 5 pares da Helium em seu ecossistema.

Apesar da Binance não comentar sobre o que causa deslistagens de projetos, a chefe de equipe de comunicação, Jessica Jung, disse apenas que quando projetos perdem seus fundamentos, é comum que a corretora remova os seus pares, mas sem entrar no mérito de quais problemas a plataforma detectou no projeto.

Vale lembrar que a Helium anunciou que está de mudança para a rede Solana, abandonando sua rede própria. Assim, não está claro se a remoção dos pares da Binance são para aguardar uma nova avaliação do projeto quando este migrar, mas o caso certamente chama atenção da comunidade.

Executivo da Fundação Helium se revolta com Binance por deslistar criptomoeda

A Forbes ainda procurou a Fundação Helium para conversar sobre a deslistagem da moeda promovida pela Binance, sendo respondida pelo COO Scott Sigel.

De acordo com ele, não há nenhuma base para a ação tomada pela Binance que já entra em vigor na próxima quarta, visto que a Helium não teria perdido fundamentos, como alega a corretora.

Além disso, ele disse revoltado que outras corretoras seguem listando o projeto normalmente, o que lhe causou estranheza para a ação da maior corretora em volume de Helium.

Dessa forma, Scott declarou que espera que a Binance volte a listar em breve os pares da Helium.

Essa não é a primeira polêmica entre a Binance e a Helium nos últimos meses, visto que em setembro de 2022 a corretora distribuiu milhões em HNT para seus usuários de forma errada e registrou um prejuízo multimilionário, não recebendo suporte da Fundação Helium no caso.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias