Falsa corretora de criptomoedas aplica golpe de R$ 75 milhões

Criada em 2023, a falsa corretora de criptomoedas exibia informações falsas em seu site. A Hounax já estava na lista de suspeitos da Comissão de Valores Mobiliários de Hong Kong (SFC) desde 1º de novembro.

Chamada Hounax, uma falsa corretora de criptomoedas aplicou um golpe de R$ 75 milhões (HK$ 120 milhões) em diversos investidores de Hong Kong. Segundo informações do South China Morning Post (SCMP), ao menos 131 pessoas foram enganadas e muitas delas relataram o crime à polícia local.

O público alvo dos criminosos era amplo. A vítima mais nova tinha apenas 19 anos, já a mais velha 78. Uma aposentada de 69 anos foi a maior vítima, perdendo o equivalente de R$ 7,55 milhões.

Há dois meses, a polícia de Hong Kong também fechou a corretora JPEX, acusada de aplicar um golpe bilionário em seus clientes. O líder da corretora foi pego destruindo provas em uma banheira cheia de água. No entanto, as investigações sobre o caso da Hounax ainda não apontaram para uma ligação entre os dois casos.

Corretora de criptomoedas aplica golpe de R$ 75 milhões em investidores de Hong Kong

Segundo as autoridades de Hong Kong, o grupo por trás da falsa corretora de criptomoedas recrutava as vítimas através de redes sociais e mensageiros como WhatsApp. Para atrair a atenção dos investidores, eles prometiam grandes retornos sobre suas aplicações.

“No início, as vítimas viam retornos rápidos na conta de investimento, mas esses eram apenas números sem sentido inventados pelos golpistas para ganhar a sua confiança”, disse Or Wing-yan, investigador da polícia de Hong Kong, ao SCMP. “Na verdade, no momento em que transferiram os fundos para a conta de terceiros, o dinheiro era transferido.”

Assim que as vítimas requisitavam o saque de seus investimentos, os golpistas apareciam com desculpas. Como destaque, é notado que a Hounax pedia por uma taxa de verificação para o saldo ser liberado. A quantia podia chegar a 80% do capital investido.

“Paguei a taxa”, comentou uma das vítimas à mídia local. “Mas disseram que eu ainda precisava esperar 60 dias para receber o dinheiro de volta, ou poderia pagar uma taxa administrativa para receber o dinheiro em cinco horas.”

“Achei estranho porque eles poderiam simplesmente ter deduzido o valor da minha conta [em vez de pedir mais], então liguei para a polícia.”

A vítima acima perdeu R$ 1,76 milhão. No total, a polícia de Hong Kong recebeu 88 denúncias conta a falsa corretora, elevando as perdas para ao menos R$ 75 milhões.

Corretora exibia informações falsas sobre sua jornada

Criada em 2023, a falsa corretora de criptomoedas exibia informações falsas em seu site. A Hounax já estava na lista de suspeitos da Comissão de Valores Mobiliários de Hong Kong (SFC) desde 1º de novembro.

“A empresa afirma ser uma plataforma de negociação de criptomoedas que mantém cooperação comercial com uma instituição financeira e uma empresa de capital de risco, quando, na verdade, esse não é o caso”, escreveu a SFC. “Parece ter investidores de Hong Kong como alvo, com o DDI +852 pré-preenchido em sua página de login do usuário.”

A falsa corretora de criptomoedas também levava o nome “Hong Kong” em suas redes sociais, reforçando a suspeita dos reguladores locais. As autoridades pediram para tanto empresas telefônicas quanto redes sociais derrubarem o site e os perfis dos golpistas. Os pedidos foram atendidos.

Embora não existam mais informações sobre os criminosos, a polícia local afirmou que está comprometida no caso e que apresentará resultados num futuro próximo. Como recomendação, um especialista recomendou que investidores façam suas próprias pesquisas sobre as plataformas para evitar golpes do tipo.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias