Fim da Libra? Facebook Pay é alternativa ao “Débito e Crédito”

Uma ameaça interna surgiu para a Libra!

Siga no
Olho com logomarca do Facebook
Olho com logomarca do Facebook

A criptomoeda do Facebook Libra não está tendo paz nem dentro da própria empresa que a idealizou. Isso porque o Facebook Pay, anunciado pela empresa neste dia 12, chega com status de estrela e será usado no WhatsApp, Instagram e Facebook Messenger.

Facebook Pay será o primeiro método de pagamento usado no WhatsApp

O anúncio da nova solução de pagamentos do Facebook abalou o mundo da tecnologia nesta terça. A Vice-Presidente de Marketplace e Comércio, Deborah Liu, foi a responsável pelo anúncio da empresa.

De acordo com Liu, o Facebook Pay chega para oferecer para as pessoas um meio de pagamento seguro e confiável. A solução será utilizada nos principais produtos da empresa, sendo Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp.

Além disso, a empresa detectou que as pessoas já utilizam meios de pagamentos dentro dos seus softwares. Com isso, a introdução do Facebook Pay fará com que compras dentro dos aplicativos, doações e até o envio de dinheiro entre pessoas passe a ser uma realidade. Outras possibilidades seriam a compra de produtos vendidos por páginas e comprar ingressos para eventos.

Na prática, isso significa que ao “trocar uma ideia” pelo WhatsApp, uma pessoa pode enviar dinheiro pela nova ferramenta. Mas não para por aí, pois com o Facebook Pay as pessoas terão acesso a históricos de pagamentos, informações bancárias mais protegidas e suporte da empresa. Ou seja, o Facebook, WhatsApp, entre outros, se tornam ferramentas que colocam até os bancos tradicionais no banco de reservas.

O Facebook Pay começa a funcionar nesta semana já, apenas nos EUA por hora. No Brasil, a novidade não tem data marcada para chegar. O Facebook Pay inicia no aplicativo principal e Messenger, mas irá ser em breve integrado ao Instagram e WhatsApp.

Caso nova solução funcione bem, o fim da Libra pode ser certo

O Facebook Pay é uma solução que poderá ser carregada, por enquanto, com cartões créditos, Paypal, Stripe e outros mais. Entretanto, não há nenhuma relação deste produto com a Libra, nem mesmo com a Calibra.

Com isso, o Facebook cria um concorrente de peso para a sua criptomoeda, ainda a ser lançada em 2020. O principal ponto de atenção do Facebook Pay em relação à Libra é o fator da regulamentação. Enquanto o Facebook Pay foi lançado e já começa a funcionar, a Libra enfrenta enorme resistência dos países, inclusive dos EUA.

Além disso, o Facebook Pay não cria concorrência com outros meios de pagamentos, sendo apenas um complemento destes. Neste ponto, o PayPal, por exemplo, pode achar bom que as pessoas recarreguem seu Facebook Pay com sua solução.

Em resumo, a empresa é grande, está bem posicionada e ligada nos meios de pagamentos emergentes. O Facebook deixa claro que precisa criar uma infraestrutura interna para resolver esta lacuna de oportunidades.

A empresa, contudo, tem um problema grande nas mãos: Facebook Pay e Libra irão funcionar juntos? Qual será o método de pagamento preferido do Facebook parece ser a principal disputa da empresa.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Bitcoin ganha novo impulso de alta e supera US$ 34 mil, entenda

O Bitcoin continua a se recuperar de sua queda no início da semana após várias empresas darem sinais que estão correndo para apostar no...
dolar rasgado e Bitcoin. Imagem: ShutterStock

Valor total de transações com bitcoin em 2021 deve superar PIB dos EUA

Pela primeira vez em menos de sete meses, o volume total de transferências com bitcoin ultrapassou US $ 15,8 trilhões. Como resultado, o volume...
CEFI vs DEFI

DeFi vs CeFi: Finanças Centralizadas vs Finanças Descentralizadas

Finanças descentralizadas (DeFi) são uma das fatias mais cobiçadas da indústria de blockchain hoje, mas a ideia em si tem origens muito mais humildes. Na verdade,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias