FMI adverte El Salvador: Não use Bitcoin como moeda

Mesmo afirmando que esforços para melhorar a inclusão e crescimento financeiro são bem-vindos, o FMI alertou sobre os riscos do Bitcoin para os cidadãos salvadorenhos.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) emitiu um breve relatório sobre El Salvador nesta segunda-feira (22) após visita oficial de oficiais do FMI. A nota foi emitida poucos dias depois da conclusão da conferência Labitconf que, dentre outros pontos, abordou a captação de 1 bilhão de dólares para a construção da Bitcoin City.

Dentre os assuntos abordados pelo relatório está a maneira como El Salvador lidou com a pandemia, bem como um alerta para que o país abandone o Bitcoin como moeda legal devido a sua alta volatilidade e segundo o FMI, é necessário proteger o cidadão.

Dentre críticas e elogios, o fato é que o mundo está de olho em como El Salvador esta tratando a sua economia, podendo servir de exemplo para outros países que pensam em adotar o Bitcoin como moeda legal.

Abandonem o Bitcoin, alerta FMI

Mesmo afirmando que esforços para melhorar a inclusão e crescimento financeiro são bem-vindos, o FMI alertou sobre os riscos do Bitcoin para os cidadãos salvadorenhos. Alegando que a introdução do BTC como moeda legal no país traz riscos aos cidadãos, devido a sua alta volatilidade.

“Dada a alta volatilidade do preço do Bitcoin, seu uso como moeda de curso legal envolve riscos significativos em relação à proteção do consumidor, sua integridade financeira e estabilidade financeira. Seu uso também dá origem a passivos contingentes fiscais. Por causa desses riscos, o Bitcoin não deve ser usado como moeda de curso legal.”, aponta o relatório do FMI

O FMI também destacou a importância de que a carteira Chivo deve ser obrigada a garantir e proteger os fundos dos cidadãos, tanto em dólar quanto em bitcoin. Bem como manter práticas contra lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo. Apesar disso, o relatório aponta que a carteira tem servido de grande ajuda para a inclusão financeira.

Já Nayib Bukele, presidente de El Salvador, mostrou-se contente com o relatório do FMI, embora deixe claro que ainda há diferenças de pensamento. Principalmente em relação a adoção do BTC como moeda legal no país.

“O Fundo Monetário Internacional (FMI) acaba de publicar sua avaliação técnica de El Salvador, para o ano de 2021. E embora obviamente não concordemos em algumas coisas, como a adoção do #Bitcoin, a análise feita a nosso país, El Salvador, é interessante”

Relatório também fez elogios ao governo salvadorenho

Nayib Bukele também rebateu as críticas da oposição utilizando o mesmo relatório do FMI que também mostrou-se satisfeito com outros pontos, principalmente em relação ao combate à Covid-19.

“É interessante que foi o FMI quem destruiu todos os argumentos da oposição: Excelente tratamento da pandemia. Transparência na utilização dos fundos [em combate a] #COVID19. Forte REDUÇÃO do CRIME. Economia vai crescer 10% neste ano.”

Por fim, o relatório também abordou a emissão de títulos lastreados em bitcoin para a construção da Bitcoin City. Segundo o FMI, isso exige uma análise mais profunda e cuidadosa sobre as implicações e riscos relacionados a estabilidade financeira. Lembrando que este projeto foi anunciado neste final de semana.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias