FMI pergunta no Twitter se moedas digitais são dinheiro

Seguidores do perfil já responderam a enquete do FMI. Fãs do Bitcoin aproveitaram para deixar novas pesquisas dentro da pesquisa

Siga no

O perfil de notícias do Fundo Monetário Internacional (FMI), está conduzindo uma pesquisa sobre moedas digitais nesta sexta-feira (15). A intenção é que os usuários do Twitter respondam um simples sim ou não sobre o assunto.

A pergunta é o que os seguidores do FMI pensam sobre moedas digitais: são ou não dinheiro?

O debate é interessante e já atraiu fãs do Bitcoin, que fizeram outras pesquisas nos comentários. Dinheiro é comumente entendido como um ativo que possibilita o meio de troca em uma sociedade.

Ao longo da história humana, o dinheiro já foi identificado em metais preciosos, escambo, ouro, prata, sendo comum hoje o uso de notas de papel e até moedas metálicas.

Com a tecnologia em ascensão, o dinheiro já assume um formato digital. A maior moeda digital hoje é o Bitcoin. No caso do Bitcoin, contudo, não há relação desta com nenhum país-estado.

Após BCE, FMI conduz pesquisa sobre moedas digitais com seguidores

Na última semana, como anunciado pelo Livecoins, o Banco Central Europeu conduziu uma pesquisa que chamou atenção. A intenção era receber opiniões das pessoas quanto ao lançamento do Euro Digital, moeda que deverá substituir o dinheiro em espécie no velho continente.

Agora é a vez do FMI fazer uma pesquisa pública sobre o tema das moedas digitais. Pelo Twitter, o FMI pergunta para as pessoas se “As moedas digitais são mesmo dinheiro?“.

Faltando algumas horas para a pesquisa se encerrar, mais de 80 mil pessoas já participaram até então. De todos os respondentes até a publicação desta matéria, 80,3% acreditaram que “Sim“, as moedas digitais são dinheiro.

O consentimento dos respondentes à pesquisa mostra um importante movimento da população, ainda que em uma pequena amostra com a pesquisa. Isso porque, com a evolução dos meios digitais, o dinheiro atravessa profundas mudanças nos últimos anos.

Com o advento das fintechs, cartões de crédito e débito, o mundo já atravessava mudanças. No entanto, com as moedas digitais, até a relação com os bancos, grandes e tradicionais instituições, passa a ser alterada.

Além da simples pesquisa, o FMI publicou um artigo sobre o tema, defendendo a emissão de moedas digitais apenas por bancos centrais. O artigo, entretanto, destaca que o processo é complexo e deve ter um grande embasamento jurídico.

Cabe o destaque que, recentemente, o FMI insinuou a criação de uma moeda digital global e citou até o fim do dólar em artigo.

Comunidade Bitcoin fez presença na pesquisa do FMI

Ao perceber um “erro” na pesquisa do FMI, um fã do Bitcoin afirmaou que consertou o problema. Udi Wertheimer, um israelense que acompanha às criptomoedas, fez uma pesquisa nos comentários do FMI.

“Consertei a votação do @IMFNews: O #bitcoin é realmente dinheiro?”

A pesquisa de Udi já obteve mais de dois mil votos, sendo 69% respondendo “Sim“, até o fechamento da matéria.

Outro que entrou na brincadeira fazendo outra pesquisa foi Gabor Gurbacs. Atualmente diretor da estratégia de ativos digitais na empresa VanEck/MVIS, Gabor perguntou aos seus seguidores se eles acreditavam que as moedas fiduciárias eram dinheiro.

Por moedas fiduciárias, entende-se aquelas emitidas por bancos centrais e normalmente de curso forçado. Com mais de oito mil respostas, o “Não” para a pergunta de Gabor vencia com 79% até o fechamento desta matéria.

Apesar das pesquisas paralelas, o FMI continua avançando o debate sobre moedas digitais. Não está claro ainda quais os planos da instituição, que segue acompanhando as inovações no dinheiro mundial.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Gráfico de preço da Cardano em alta

Cardano líder em número de desenvolvedores? Não caia nessa!

Um estudo de atividades no GitHub, principal repositório do código-fonte das criptomoedas, mostrou a Cardano na liderança nos últimos 12 meses. Os dados foram...

DeFi: três setores de grande potencial

De acordo com dados da Messari, o volume trimestral das Corretoras Descentralizadas (DEXs) no final do segundo trimestre de 2021 foi de R$ 2...
Criptomoeda Tether com sinais vermelhos

Michael Burry faz alerta sobre criptomoeda Tether

O lendário trader Michael Burry compartilhou em seu Twitter que a criptomoeda Tether pode estar no meio da confusão da Evergrande na China. Vale notar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias