França quer convencer União Européia a adotar regulação para criptomoedas

O governo da França está se comprometendo seriamente com o futuro da tecnologia blockchain.

Siga no
França
França

O ministro francês de Economia e Finanças, Bruno Le Maire, afirmou que a França tentará encorajar outros membros da União Européia a adotar regulações para criptomoedas.

De acordo com a Reuters, a França pedirá aos membros da União Européia que adotem um marco regulatório sobre criptomoedas semelhante ao adotado na semana passada.

Le Maire, que falou na Conferência Blockchain de Paris, disse que irá propor aos seus parceiros europeus que estabeleçam uma estrutura regulatória única sobre os ativos digitais inspirados na experiência francesa. “Nosso modelo é o certo”, acrescentou.

O novo projeto francês de criptomoedas, que é o primeiro de seu tipo adotado por uma grande nação, permitirá que empresas que desejem emitir novas criptomoedas possam solicitar uma certificação. A certificação não protegerá os investidores contra perdas, no entanto, fornecerá garantias básicas contra fraudes.

Há poucos dias, o Livecoins informou que os legisladores franceses adotaram uma nova lei que permite que o mercado de seguros de vida invista em criptomoedas por meio do uso de fundos profissionais especializados.

A lei “Plano de ação para a transformação das empresas”, que se traduz em “Plano de ação para o crescimento e transformação das empresas” foi adotada na semana passada pelos legisladores franceses e permitirá que as seguradoras ofereçam apólices de seguro de vida expostos a criptomoedas.

Le Maire acrescentou que o governo francês “identificou mais de 200 projetos inovadores em blockchain desenvolvidos na França”, depois de uma chamada nacional de propostas. 

França destina € 4,5 bilhões a fundos de inovação em blockchain

O governo da França está se comprometendo seriamente com o futuro da tecnologia blockchain. O ministro das Finanças, Bruno Le Maire, falou recentemente na Paris Blockchain Conference, onde mencionou investimentos do estado em cerca de 4,5 bilhões de euros nos próximos anos.

Le Maire deu uma entrevista ao TrustNodes antes de seu discurso na conferência. De acordo com o ministro, o governo francês “identificou mais de 200 projetos inovadores de blockchain desenvolvidos na França”, após uma chamada nacional de propostas. 

O investimento prometido será implementado gradualmente nos próximos cinco anos, em um esforço para tornar o país um líder global em blockchain, competindo com “os gigantes tecnológicos chineses e americanos”.

Le Maire também falou sobre a postura cada vez mais amigável do país em termos de regulamentos. 

A Lei do Pacto criou uma nova estrutura legal para empresas que emitem tokens. A Lei de Finanças de 2019 da França viu uma nova decisão sobre o imposto sobre ganhos de capital referente a ativos digitais. A alíquota de imposto foi reduzida de 36% para 30%, o que espera estimular mais projetos baseados em criptografia a se desenvolver no país.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Homem segurando criptomoedas em mão

Secretários de Macaé são acusados de enriquecimento ilícito e investimentos “elevados” em criptomoedas

Alguns secretários municipais de Macaé foram acusados em redes sociais de obter enriquecimento ilícito e negociar criptomoedas, obtendo para si vantagens indevidas. A negociação de...
Homem jogando dinheiro para cima bilionários do Bitcoin

Usuário compra bitcoin por 11 mil dólares durante flash crash da Binance

Durante uma queda repentina nos preços de várias moedas na Binance americana, onde o Bitcoin chegou a ser negociado por 8.200 dólares por menos...

Bitcoin atingiu novo recorde histórico, o que mudou na rede?

OÉ importante manter a conjuntura Macro clara, e para isso, os indicadores cíclicos continuam atualizar a cada dia que passa junto com o preço...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias