Nova empresa do fundador do Twitter vai comprar Bitcoin todos os meses

Explicando o motivo da escolha da estratégia DCA, a empresa afirmou que isso os protege da volatilidade do mercado. “É um investimento em um futuro onde o empoderamento econômico é a norma”, finalizou Dorsey.

A Block, empresa fundada por Jack Dorsey, anunciou uma nova estratégia financeira nesta quinta-feira (2). Segundo o documento, a nova empresa do criador do Twitter vai converter 10% dos lucros de suas operações em Bitcoin.

As compras serão feitas mensalmente numa estratégia conhecida como DCA (Dollar Cost Average). Em bom português, a empresa realizará aportes mensais em Bitcoin, independente do estado do mercado para obter um bom preço médio, evitando a compra de topos.

A estratégia de DCA não é nova e já foi indicada até mesmo por Hal Finney ainda em 2011. De qualquer forma, tem se mostrado uma das mais eficazes do mercado.

Segundo uma nova ferramenta do MercadoCripto, investimentos mensais de R$ 100 nos últimos 2 anos renderam 225%, totalizando um lucro de R$ 3.000 no período.

Dollar Cost Average (DCA) de Bitcoin tem sido uma das estratégias de investimentos mais simples e eficazes do mercado. Fonte: MercadoCripto
Dollar Cost Average (DCA) de Bitcoin tem sido uma das estratégias de investimentos mais simples e eficazes do mercado. Fonte: MercadoCripto

Além da Block, outra empresa que optou por essa estratégia foi a Tether, responsável pela stablecoin USDT. Desde maio de 2023, a gigante está realizando compras trimestrais em Bitcoin com seu lucro. O último aporte foi de 8.888 BTC (R$ 2,8 bilhões, na cotação atual).

Block, empresa de Jack Dorsey, fará aportes mensais em Bitcoin

Hoje a Block já detém 8.027 bitcoins e é a 7ª empresa pública com mais bitcoins em caixa. Adquiridos entre 2020 e 2021, esses bitcoins valorizaram 482% frente ao dólar desde então, já as ações da empresa caíram 58,4% no mesmo período.

Sendo assim, esses novos aportes podem beneficiar acionistas da nova empresa de Jack Dorsey. Segundo o documento oficial, as compras teriam iniciado já no mês de abril, mas nenhum valor foi divulgado.

“Vamos investir 10% do nosso lucro bruto proveniente de produtos relacionados ao bitcoin em compras de bitcoin todos os meses.”

“Vemos o bitcoin como um instrumento de capacitação econômica global”, escreveu a Block. “É uma forma para indivíduos ao redor do mundo participarem de um sistema monetário global e assegurarem seu próprio futuro financeiro.”

Explicando o motivo da escolha da estratégia DCA, a empresa afirmou que isso os protege da volatilidade do mercado. “É um investimento em um futuro onde o empoderamento econômico é a norma”, finalizou Dorsey.

Por fim, quando o assunto são aportes em Bitcoin, vale mencionar a MicroStrategy, fundada por Michael Saylor. Com 214.278 BTC em caixa, valor equivalente a R$ 67 bilhões, a gigante continua sendo o maior ícone nessa ‘estratégia Bitcoin’.

De qualquer forma, esse movimento já está inspirando empresas de outros países. Na semana passada, por exemplo, a japonesa Metaplanet comprou 1 bilhão de ienes em Bitcoin, fazendo suas ações dobrarem de valor na bolsa de Tóquio.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Últimas notícias