Funttel vai investir R$ 1,15 bilhão em projetos de telecomunicações, inclusive blockchain

Desse total, R$ 316,3 milhões serão liberados ainda este ano. Recursos serão repassados até 2025 à Fundação CPqD, Finep e BNDES.

O Conselho Gestor do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel) autorizou o repasse de R$ 1,15 bilhão para investimentos em tecnologia, inclusive em blockchain.

O conselho conta com a participação do Ministério das Comunicações (MCom), e deverá enviar o valor entre 2023 e 2025. Os valores deverão financiar projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação em telecomunicações.

Em 2023, o investimento previsto é de R$ 316,3 milhões, sendo que em 2024 o repasse será de R$ 424,8 milhões, e 2025 de R$ 418,6 milhões.

Os recursos do Funttel são repassados aos Planos de Aplicação de Recursos da Fundação Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Ministro das Comunicações diz que valor ajudará o desenvolvimento das telecomunicações no Brasil

Criado em 2000, o Funttel é gerido por um Conselho Gestor, composto por representantes dos ministérios das Comunicações, do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, e da Ciência, Tecnologia e Inovação; da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel); do BNDES e da Finep.

De acordo com o ministro da Comunicações, Juscelino Filho, o volume de investimento é fundamental para o desenvolvimento do setor de telecomunicações brasileiro.

“São recursos destinados a linhas de crédito para a expansão de redes, ampliação da capacidade produtiva de fabricantes nacionais e para projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação.”

CPqD receberá valores para investir em blockchain para saúde

Para o CPqD, o Funttel repassará em 2023 R$ 61,6 milhões, para a contratação de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação. O órgão confirmou o repasse em publicação do Diário Oficial da União, no dia 4 de abril.

Primeiramente, um projeto deverá buscar novas tecnologias de transmissão óptica que visa conectividade fora dos grandes centros urbanos.

Já o segundo projeto é o 5GSaúde, que envolve a aplicação de soluções tecnológicas avançadas, como blockchain, inteligência artificial, e outras mais, em estabelecimentos de saúde.

5GSAÚDE (Segurança, privacidade, inclusão e qualidade na telemedicina no contexto da Web3.0). Objetivos: desenvolvimento de um conjunto de aplicações para o setor de saúde, baseadas nas tecnologias Blockchain, Identidade Digital Descentralizada (IDD), Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (IA) e 5G, assim como a realização de testes pilotos em ambiente relevante para validação das aplicações e das tecnologias utilizadas. Recursos em 2023: R$ 800.000,00 (oitocentos mil reais) em custeio. Estimativa de recursos em 2024: R$ 3.214.000,00 (três milhões, duzentos e quatorze mil reais), sendo R$ 2.984.000,00 (dois milhões, novecentos e oitenta e quatro mil reais) em custeio e R$ 230.000,00 (duzentos e trinta mil reais) em capital. Estimativa de recursos em 2025: R$ 7.087.000,00 (sete milhões, oitenta e sete mil reais), sendo R$ 5.863.000,00 (cinco milhões, oitocentos e sessenta e três mil reais) em custeio e R$ 1.224.000,00 (um milhão, duzentos e vinte e quatro mil reais) em capital.

O objetivo do fundo é o de evoluir o setor de telecomunicações brasileiros, para melhorar a competitividade nacional no setor.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias