“O futuro de Londres depende do Bitcoin”, alerta especialista financeiro

Reino Unido é aconselhado a abraçar o bitcoin para permanecer como centro financeiro líder após o Brexit.

Siga no

Londres não é apenas uma das cidades mais famosos do mundo, mas ela também é muito importante para o setor financeiro, o centro financeiro da Europa e casa de alguns dos principais bancos e companhias do mundo. Mas essa liderança pode estar ameaçada pela saída da Grã Bretanha da União Europeia. Para um especialista financeiro, a solução para Londres manter a sua importância é a adoção do bitcoin.

A Inglaterra, e consequentemente Londres, estão ainda tendo que lidar com o pós-Brexit e diferentes questões relacionadas à saída do Reuno Unido. De acordo com o especialista em finanças, Professor David McMillan, Londres precisa garantir mudanças para conseguir aproveitar as vantagens que pode ter em relação à União Europeia, e essas mudanças estão justamente na indústria das criptomoedas e, principalmente, no bitcoin. Para McMillan, apenas essa tecnologia pode garantir que Londres se mantenha o principal centro financeiro global.

De acordo com o The Express, o conselho do especialista veio em meio a uma crescente preocupação sobre como as capitais da União Europeia podem rivalizar Londres em meio a essa separação da zona comercial do Euro. O governo do Reino Unido diz não estar preocupado com a competição Europeia, afirmando que as principais competições virão de outros continentes e não da Europa.

“O desafio para Londres como um centro financeiro global virá de Tóquio, Nova Iorque e outras áreas que não são o centro financeiro Europeu. Particularmente se eles começaram a levantar barreiras de negociação e investimento.” , Disse o Primeiro Secretário de relações exteriores, Dominic Raab

Para McMillan, Londres pode se manter à frente de outros centros financeiros como o Reino Unido, mas vai precisar se abrir para o bitcoin para garantir o status Quo atual, se mantendo na vanguarda do atual cenário financeiro.

Londres precisa se abrir ao Bitcoin

O professor MacMillan acredita que apoiar o bitcoin levará Londres ao próximo nível na competição global, se destacando dos outros competidores, principalmente aqueles da Europa. Para ele, agora que Londres não precisa mais coordenar com outros 27 países europeus, eles podem criar regulamentações para fortalecer áreas emergentes.

“Sem precisar coordenar e concordar com outros 27 países, o Reino Unido pode ser mais versátil, o que pode ser uma grande vantagem em apoiar áreas emergentes como os investimentos verdes e a Fintech.”

E claro, quando falamos em novas formas de investimento, o criptomercado não pode ficar de fora, já que o bitcoin cada vez mais se torna algo comum dentro do setor financeiro global. Com isso, de acordo com o conselho do professor financeiro para o governo britânico, é interessante desenvolver mais caminhos para os investidores e as criptomoedas.

“Isso [apoio a novos investimentos] inclui desenvolver e regular novos produtos financeiros que permitem que os investidores possam engajar positivamente com as criptomoedas e o mercado financeiro verde.”

Segundo o especialista, uma atitude regulatória positiva neste caminho seria muito mais benéfica par alavancar o mercado financeiro do que foco na desregulamentação. Além disso, essa mudança é necessária para o futuro da Grã-Bretanha.

“A realidade inevitável é que serviços financeiros e empregos serão perdidos como resultado do Brexit. Mas com uma tática bem pensada, focada no futuro do gerenciamento do setor, também pode haver várias oportunidades de recuperação.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Departamento de Tesouro dos Estados Unidos

Departamento do Tesouro dos EUA quer ferramenta para rastrear Bitcoin

A agência dos Estados Unidos responsável pela implementação de sanções contra empresas, parte do Departamento do Tesouro, quer uma ferramenta capaz de rastrear o...
Polícia investiga negócio de criptomoedas no ES

Corretora cripto é alvo de operação policial por fraude bilionária

A polícia da Coreia do Sul realizou uma operação em diversos escritórios de uma corretora de criptomoedas após a empresa ter sido acusada de ser...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Banco Central dos EUA elogia Ethereum e inovação com DeFi

O Banco Central dos Estados Unidos de St. Louis publicou um artigo elogiando as inovações da plataforma Ethereum. Ao criar aplicações bancárias com tokens,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias