Investidor milionário processa adolescente por golpe com bitcoins

Investidor disse que "gangue" de adolescentes hackers causaram prejuízos de R$ 133 milhões. o autor do processo afirmou que o adolescente faz parte de uma gangue que rouba pessoas pela internet.

-

Siga no
Hackerman
Hackerman
Anúncio

Um adolescente teria dado um golpe com Bitcoin em um investidor de criptomoedas. O caso teria causado ao investidor um prejuízo estimado em R$ 410 milhões, solicitados em um processo que corre no tribunal.

De fato, o caso envolveria ainda uma “gangue” de adolescentes hackers, que estariam mirando o roubo de criptomoedas pela internet. As acusações dão conta que eles praticam extorsões virtuais e fraude cibernética.

Com o aumento dos preços do Bitcoin, o prejuízo estimado do investidor estaria muito maior. Por conta disso, solicita na justiça o triplo do valor que foi roubado dele, apontando um adolescente de 17 anos como principal suspeito.

Anúncio

Um golpe contra um investidor de Bitcoin teria levado U$ 23,8 milhões, quando adolescente tinha 15 anos

Ao usar a internet para comunicação, a maior parte das pessoas não se preocupa com quem está do outro lado observando suas atividades. Às vezes, um governo pode estar te espionando, como os famosos casos divulgados em relação à agência dos EUA, NSA, contudo, um adolescente poderia ser o seu algoz.

Que o diga Michael Terpin, que teria sido roubado em U$ 23,8 milhões em janeiro de 2018. Na época, o homem alega que o seu principal suspeito é o adolescente Ellis Pinsky, morador de Nova Iorque.

De fato, passados dois anos do golpe com Bitcoin, o adolescente já teria hoje 17 anos, e o caso segue sem solução. Na justiça dos EUA, Terpin pede hoje U$ 71,4 milhões, uma espécie de danos triplos pelo golpe sofrido.

Perante a justiça, Terpin afirmou que Pinsky é visivelmente um adolescente normal, que ama seu país e respeita as leis. Contudo, o autor do processo afirmou que o adolescente é parte de uma gangue que rouba as pessoas pela internet.

Adolescente se gabava aos amigos, “nunca vou ser pego”

De acordo com a Reuters, há informações de que o adolescente se gabava por aplicar golpe com bitcoin, e afirmava aos amigos que nunca seria pego. A justiça procura Pinsky para responder às acusações feitas por Terpin.

Em sua reclamação, Terpin disse que Pinsky e sua “gangue de bandidos digitais” roubariam as vítimas depois de ganhar o controle de seus smartphones através de “trocas de SIM”, e que Pinsky se gabava dos amigos de que nunca seria pego.

A prática de SIM Swap, como também é chamada, consiste em obter acesso ao celular da vítima. Após isso, um hacker mal-intencionado poderia usar, através de sofisticadas técnicas, contas de uma pessoas para cometer fraudes em seu nome.

Quem não lembra do FIlme o Pestinha?
Quem não lembra do Filme o Pestinha quando conhece a história do adolescente.

No caso em que Terpin acusa o adolescente pelo golpe com Bitcoin, o prejuízo poderia ser estimado em mais que R$ 410 milhões hoje. Em maio de 2019, Terpin ganhou um processo semelhante contra outro adolescente, Nicholas Truglia, e conseguiu na justiça obter U$ 75 mi (R$ 433 milhões).

O homem estaria processando ainda a operadora AT&T Mobility, em U$ 240 milhões (R$ 1.3 bilhão), devido às falhas de segurança que o levaram a perder enorme quantia. A operadora recorre e tenta arquivar o processo de acordo com a Reuters.

Apenas com estes processos, Terpin pode conseguir recuperar seus investimentos anteriores. Caso consiga a recuperação na justiça, poderá até se tornar uma baleia de Bitcoin novamente, mas dessa vez, com mais cautela com suas moedas.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Últimas notícias

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Primeira exchange a listar a brasileira Hathor HTR

A tecnologia brasileira da blockchain Hathor vem chamando cada vez mais atenção da comunidade global e já entrou nos Estados Unidos e na Ásia,...